Kevin Hart e a sua brilhante lição sobre história afro-americana na Netflix

Estamos no mês da história afro-americana e enquanto nas escolas dos Estados Unidos se fala sobre Martin Luther King Jr. ou Jackie Robinson (primeiro jogador de basebol negro), Kevin Hart conta-nos a história de homens e mulheres, cujos nomes não são tão conhecidos mas que foram igualmente fundamentais para mudar mentalidades, através do seu novo filme Guia da História Negra.

Transmitido pela Netflix, o Guia de História Negra de Kevin Hart foca-se no subtil – e não tão subtil – heroísmo de alguns dos personagens mais subestimados da história, que lutaram contra a intolerância racial na esperança de promover a igualdade. Hart organiza uma aula de história para a sua filha, enquanto acrescenta uns pontos de comédia e drama, bem ao seu jeito.

Mae C. Jemison, a primeira mulher afro-americana a viajar pelo espaço, Henry “Box” Brown, um escravo do século XIX que encontrou a liberdade com a ajuda dos serviços postais dos EUA, Harvard Matthew Henson, o primeiro homem a chegar ao Pólo Norte, são algumas das pessoas cujos feitos foram relatados pelo humorista, sem esquecer a vida e o legado de visionários como Josephine Baker, Vivien Thomas, Robert Johnson e muitos outros.

O Guia de História Negra é uma verdadeira jóia do que parece ser uma série interminável de filmes de Hart nos últimos anos, mas desta vez plena de sabedoria.

Com um punhado de lições inspiradoras, Hart examina a vida e o legado de visionários como Josephine Baker, Vivien Thomas, Robert Johnson e muitos outros. O ator partilha a história desses homens e mulheres com uma excitação acima da média.

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.