5 motivos para visitares a Etiópia

Já estamos a meio de fevereiro e ainda não sabes onde vais passar as tuas férias este ano?  E que tal começarmos a olhar para o continente africano como um potencial destino do nosso turismo? Temos cinco motivos para quereres colocar a Etiópia na tua rota de férias.

VIAGEM ÀS ORIGENS DA HUMANIDADE

Alguns países podem ter marcado mais do que outros a história da humanidade – no Vale do Rift encontramos a origem da própria humanidade. É lá, em Addis Abeba, que podemos dizer olá a Lucy, nosso ancestral mais famoso.

A Etiópia reclama, tal como a Arménia, o estatuto do primeiro Estado cristão.

Em Axum, há dez séculos, a rainha de Sabá, de volta de uma visita ao templo de Salomão, em Jerusalém, teria colocado o Arco da Aliança; Em Gondar, a primeira capital da Abissínia, o castelo do Imperador Fasil exala um ar de Idade Média europeia.

PAISAGENS DE CORTAR A RESPIRAÇÃO

Campos verdes, eucaliptos altos, encostas de montanhas com pequenas casas redondas com telhados de palha… A sul, nas terras baixas, argila e acácias vermelhas, em que os pastores e crianças pastam as vacas corcundas. E na Depressão de Danakil, paisagens lunares, lago de lava de Erta Ale, depósitos de sal enormes, uma curiosidade geológica, uma paisagem totalmente mineral, um dos desertos mais impressionantes do mundo.

Imagem Getty

UMA CULTURA SINGULAR

Ocupada pelas tropas de Mussolini, a Etiópia é o único país africano que não foi colonizado. Uma cultura original e preservada: o único alfabeto africano, um calendário de treze meses, as improvisações impertinentes dos azmaris… tudo é uma surpresa na Etiópia.

DESCOBRIR RIMBAUD EM HARAR

Harar, uma fortaleza muçulmana isolada no leste da própria Etiópia cristã: cidade irredutível, orgulhosa da sua história, longe de tudo – no espaço e congelada num tempo irreal. Aqui o desafortunado Arthur Rimbaud, poeta francês, terminou o seu exílio.

Addis Ababa, Ethiopia | Imagem Getty

MEDITAR NUMA IGREJA DE LALIBELA

No coração da Etiópia, numa região montanhosa, as onze igrejas monolíticas medievais desta “nova Jerusalém” do século XIII foram escavadas na rocha perto de uma aldeia tradicional com casas redondas. Lalibela é uma Meca do cristianismo etíope, um lugar de peregrinação e devoção.

Passando pela capital da Etiópia, Addis Abeba, podes ainda descobrir o novo Skylight Hotel. Edificado pela Ethiopian Airlines, o maior grupo de aviação de África, e linha aérea global de quatro estrelas, certificada pela SKYTRAX, as instalações foram inauguradas recentemente, juntamente com o novo terminal de passageiros de última geração do aeroporto. O corte da fita coube ao Primeiro-Ministro da República Federativa da Etíopia, Dr. Abiy Ahmed.

Segundo Ahmed, a “Ethiopian Airlines é o orgulho nacional e um ícone especial entre as nossas empresas, pois leva o nosso nome comum, Etiópia é a nossa bandeira nacional. Gostaríamos que todos os funcionários da companhia aérea aqui e em outros lugares soubessem que falamos de você com orgulho. O novo hotel da Ethiopian Airlines inaugurado, permitirá atrair turistas e a oferta da companhia aérea para que os funcionários possuam acções do hotel é importante, pois aumenta o senso de propriedade entre os funcionários e servirá de modelo para que outras empresas emulem”, comentou, acrescentando que a inauguração do novo terminal de passageiros significa muito trabalho pela frente. 

nv-author-image

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.