Cada ser humano tem o seu próprio ritmo de aprendizagem e a sua própria forma de assimilar conhecimento, contudo, há pessoas particularmente peculiares. Joshua Beckford é uma delas.

Com apenas dois anos, Joshua já dominava a leitura. Um ano depois começou a falar japonês e aos seis anos de idade tornou-se na pessoa mais jovem do mundo a estudar Filosofia e História na prestigiada Universidade de Oxford, em Inglaterra, onde ganhou uma distinção em ambas disciplinas.

O primeiro contacto que o pai de Joshua, Knox Daniel, teve com a realidade que o filho era muito inteligente para a idade que tinha, foi quando estava em frente ao computador com o menino e percebeu algo diferente. “Comecei a dizer ao Joshua quais eram as letras do teclado e percebi que ele ia memorizando e percebia o que estava a ver.”

Knox queria ver até onde a inteligência do seu filho podia ir ou o que conseguia alcançar e em 2011 inscreveu-o na Universidade, no curso de Filosofia para crianças brilhantes entre os oito e treze anos. A faculdade aceitou, e Joshua tornou-se assim no aluno mais jovem já aceite. E passou com distinção.

Foi nomeado aos seis anos como uma das crianças mais inteligentes do mundo. Agora, com  13 anos, já é muito avançado academicamente para continuar a estudar na faculdade com o resto dos seus colegas, e foi “obrigado” a ter aulas em casa. Joshua destaca-se nas áreas das Ciências, Matemática, História e Línguas.

E qual é o sonho de um das crianças mais inteligentes do mundo? Ser médico e astrounata! Joshua quer ser neuro-cirurgião e está no caminho certo para que isso acontecessa o mais rápido possível. Já tem alguma prática, mais precisamente na remoção da vesícula biliar e procedimentos de apendicectomia.

Joshua Beckford pode se tornar no mais jovem médico em apenas dois anos. Tendo em conta as aulas na escola de medicina e os anos associados a isso, tudo indica que o sonho está muito perto de se realizar.

“Aos quatro anos eu usava o computador do meu pai que tinha um simulador de corpos onde eu retirava os órgãos. Quero salvar a Terra. Quero mudar o mundo e mudar as ideias das pessoas para fazer as coisas certas.”

Joshua está também a escrever um livro infantil sobre o Egito.

Quando não está no meio dos livros e cadernos, Joshua está a trabalhar, é a cara da campanha Black and Minority (BME) da National Autistic Society. Diagnosticado com autismo, Joshua ajuda a espalhar a missão da campanha que destaca os obstáculos que a comunidade negra enfrentam quando tenta obter acesso aos serviços médicos e a falta de suportes necessários para o autismo.

De acordo com um estudo de 2011, Autism and the African American Community, “evidências demonstram que embora as taxas de diagnóstico para autismo ocorram nas mesmas taxas em todos os grupos raciais, o diagnóstico em crianças afro-americanas ocorre mais tarde que em crianças brancas. Como resultado, as crianças afro-americanas podem exigir uma intervenção mais longa e mais intensa”.

Enquanto pratica para ser neurocirurgião, Joshua angaria fundos para três instituições de caridade de autismo, uma no Reino Unido e duas em África, e ainda faz e participa em campanhas para salvar o meio ambiente.

Abaixo podes ver e ouvir umas das entrevistas dadas por Joshua Beckford, no TEDx: