Prodígio apresentou no dia 8 de março o seu segundo álbum de originais, Castelos, com venda e sessão de autógrafos na Praça da Independência em Luanda. Antes disso, o rapper juntou-se à equipa da BANTUMEN em Angola para explicar na primeira pessoa todos os detalhes deste novo trabalho.

Castelos é um álbum duplo, dividido em oito faixas, Castelo de Areia e Castelo de Lata.

Captado pela lente da equipa comanda por Lucioval Gama, realizador do Cypher Angola, Prodígio falou sobre o tempo que levou para concluir este álbum, que é muito diferente do seu primeiro trabalho, lançado em junho de 2015 com o selo da Mad Tapes Entertainment.

Agora com 30 anos, Prodígio dá-nos uma obra muito diferente do registo com que nos tem habituado, como algumas das letras com mensagens de caracter muito social.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Dope Muzik® (@pro2da) a

“Olhos Azuis”, um dos singles promocionais, lançado no dia 28 de dezembro, é dedicado ao seu pai Domingos Moniz. O segundo single promocional foi “M#rda Nenhuma” lançado dias antes de sair o álbum e conta com a produção musical de Ace Banks, um produtor lusófono conhecido por produzir 21 Savage, Chief Keef, Fetty Wap, Quavo, Gunna, Lil Durk e Rich The Kid.

Neste Castelos encontramos as vozes de NGA, Deezy, Anna Joyce, Rhayra, Edmasia e Mylson. Nas produções assinaram Ace Bankz, Madkutz, Gaia, DJ Caique, Ghetto Ace, Thai Beats e Razor Boomarang .

Castelos esteve à venda na Praça da Independência em Luanda no dia 8 de março, sábado, 9, na Casa Da Juventude e domingo, 10, na Praia de Cacuaco e na centralidade do Kilamba, nos arredores de Luanda. Actualmente podes encontrar o álbum disponível em todas as plataformas digitais.