Boss Proud

Boss Proud em digressão por Angola

Boss Proud, ex-Máfiá 73, está em digressão pela primeira vez em Angola. O rapper aterrou no aeroporto internacional 4 de Fevereiro a convite de investidores angolanos ligados à música.

Em terras angolanas desde o final de fevereiro, o rapper afirmou que vai fiar até junho e que, além de aproveitar para estabelecer novos contatos, também vai estar em digressão pelo país.

Já familiarizado com o país e com a música feita em Angola, Boss afirma que a música feita na terra dos seus pais é “perfeita, pecando por vezes na necessidade de ir buscar essências que não são nossas”. O emecee indica ouvir já há muito tempo nomes como CFkappa, Ex3mo Signo e Phay Grande o Poeta. Por este último, Boss Proud sublinha nutrir uma admiração enorme.

O percurso de Boss Proud tem chamado a atenção de quem acompanha o movimento Hip-Hop angolano. Em menos de dois anos, Boss já rompeu com dois grupos ou labels, nomeadamente a “Classic Family”, onde tinha como parceiros Mr. Abu Dhabi “Tutinho” e Tutu BigHomie, e muito recentemente tivemos a surpreendente notícia do seu afastamento da Máfia73, deixando assim de ser colega de Demme, Kush, Dvrki, B.Prod e T-Rex. Contudo, com estes últimos o rapper afirma manter uma ligação de amizade dentro e fora dos estúdios.

Actualmente, começou juntamente com seu parceiro Dysae a formar uma nova label e o que motivou a sua viagem a Angola foi o feedback que teve sobre a receção dos seus sons no país, podendo até afirmar que nos últimos tempos tem tido maior aceitação por parte dos amantes de Rap em Angola.

Na sua página oficial do Facebook pudemos ver Boss Proud e Yuri da Cunha num vídeo super descontraído. Perguntado sobre uma possível colaboração com o peso-pesado da música angolana, o rapper preferiu apenas adiantar que “estão por vir muitas surpresas”. Certezas, há uma nova música com Teu no Beat, o produtor da Clé, e algumas participações com o rapper Vladmir Diva, e também com Áureo Steezy.

BANTULOJA
nv-author-image

Mauro Aghuas

Pai de 2| Linux entusiasta| Fã de Cazuza | amante da cultura Hip-Hop e apaixonado por festivais de Rock em Angola