Nas primeiras 48 horas após o lançamento do serviço, a Apple News + já fez história ao ser subscrita por mais de 200 mil pessoas.

Os números foram obtidos pelas fonte ligadas à empresa de Cupertino, e mais tarde publicadas pela imprensa norte-americana. O número elevado sde subscrições deve-se à oferta dos primeiros 30 dias gratuitos na plataforma.

View this post on Instagram

Oh Wow, People Are Actually Reading The News 🗞️ Just the other day, Apple announced the launch of a new service in the form of Apple News+. This could be thought of as the paid version of Apple News, where users would gain access to certain paid publications and magazines for a flat fee every month. It turns out that it might have been a good idea on Apple’s end. According to a new report, it claims that within the first 48 hours of the service going live, Apple managed to rack up around 200,000 subscriptions. These aren’t official figures so it’s probably best to take it with a pinch of salt for now, but if it is true, then it is pretty impressive. SWIPE UP ☝️☝️ ON OUR IG STORIES TO READ MORE #applenewsplus #applenews #apple #netflix #technews

A post shared by askifa.ng (@askifa.ng) on

Como já falámos aqui, a Apple News+ é um novo serviço de subscrição que junta cerca de 300 revistas populares, jornais e edições digitais numa experiência conveniente e agradável, com organização dentro do aplicativo Apple News.

Este aplicativo estará apenas disponível nos EUA e Canadá, pelo menos por enquanto, e apresenta os melhores e mais relevantes artigos, dentro de várias áreas de interesse, desde publicações como VogueNational Geographic Magazine, People, ELLE, The Wall Street Journal e Los Angeles Times. Apple News+ pode ser subscrita por 9.99 dólares por mês nos EUA e por 12.99 no Canadá, sendo que em ambos está disponível por um período experimental de um mês.