Mosunmola Abudu, ou Mo Abudu, tornou-se na primeira pessoa africana a receber um Cannes Médailles d’Honneur devido aos passos significativos que tem dado na indústria da televisão nigeriana e global.

Mo Abudu é conhecida como magnata dos media nigerianos, é produtora de televisão e filantropa e foi descrita pela Forbes como “a mulher mais bem-sucedida de África”. Criou em 2013 a primeira rede global de entretenimento e estilo de vida africano, a EbonyLife Media, que tem produzido desde então uma grande variedade de programas originais como a EbonyLife Films, EbonyLife ON, EbonyLife Studios e EbonyLife Productions Limited.

Abudu foi premiada com a Médailles d’Honneur na segunda-feira passada em Cannes, cidade no sul de França, tornando-se na primeira nigeriana e africana a receber tal prémio, que é dado aos produtores que deixaram uma marca na indústria global de televisão e o seu contributo para o desenvolvimento da comunidade internacional de televisão.

A CEO da EbonyLife Media foi considerada uma das produtoras mais promissoras de África e ao receber o prémio disse: “O meu grande sonho foi e ainda é, mudar a narrativa sobre o meu continente”.

Acrescentou ainda que, “como continente, África permaneceu criativamente silenciosa por séculos. As nossas histórias raramente são contadas fora das nossas famílias e aldeias e muitas vezes da perspetiva de alguém que apenas olha de fora para dentro. É, portanto, com grande orgulho que nós, da EbonyLife Media, contamos histórias para o mundo com as nossas séries de TV e os nossos filmes”.

Em 2018 Abudu assinou um contrato de três séries de televisão com a Sony e tem feito produções originais disponíveis na Netflix desde 2015, como Fifty, The Wedding Party e Chief Daddy. Vê abaixo o trailer: