As produções originais da Netflix não param de crescer e as séries e filmes africanos têm feito cada vez mais parte da lista dos must see do serviço de streaming.

“Mama K’s Team 4” é a mais recente série animada da Netflix. Com a produção de Triggerfish Animation Studios da África do Sul e da companhia de produção de entretenimento infantil, CAKE, “Mama K’s Team 4” é a primeira série animada da plataforma.

O enredo passa-se em Lusaka, capital da Zâmbia, e segue a vida de quatro adolescentes que vivem numa versão futurista da cidade. Os quatro são recrutados por um agente secreto que quer salvar o mundo.

A série foi escrita pela escritora Malenga Mulendema, da Zâmbia, que em 2015 foi uma das oito vencedoras do Triggerfish Story Lab – uma plataforma pan-africanista de talentos – apoiada pelo estúdio de animação da Cidade do Cabo e pela Walt Disney Co. A série foi desenhada e ilustrada pela artista camaronesa, Malcolm Wope.

A Triggerfish tornou-se importante na indústria de animação da África do Sul, a nível de crescimento e qualidade, sendo que duas das suas criações, Adventures in Zambezia (2012) e Khumba (2013) foram dos maiores sucessos de bilheteria de sempre no país.
 
O facto da Mulendema não ter tido referências nem desenhos animados que se parecessem com ela em criança, inspirou-a para que escrevesse “Mama K’s Team 4”. “Ao criar um show de super-heróis em Lusaka, espero apresentar ao mundo quatro jovens africanas fortes que salvam o dia de uma maneira divertida e maluca (num bom sentido). Mais importante, quero mostrar que qualquer pessoa de qualquer lugar pode ser um super-herói”.

A vice-presidente de animação original da Netflix, Melissa Cobb, afirmou que “além de dar aos escritores africanos uma plataforma global sobre a qual podem ser ouvidos, estamos entusiasmados em apresentar esta poderosa e divertida nova série animada que traz a incrível e única visão de Malenga para a vida na Netflix. A ‘Mama K’s Team 4’ tem o potencial de grande de dar a toda uma nova geração de crianças africanas a oportunidade de se verem nos ecrãs, nos poderosos e aspirantes personagens que elas procuram.”

As colaborações da Triggerfish com a Magic Light Pictures do Reino Unido produziram quatro adaptações vencedoras de vários prémios da BBC, incluindo Revolting Rhymes, de Roald Dahl (2016) que foi nomeada para os Oscares e ganhou mais de 15 prémios internacionais e ainda um International Emmy. O estúdio está atualmente a produzir a sua terceira longa-metragem de animação, Seal Team.

Vanessa Ann Sinden, produtora de desenvolvimento da Triggerfish, afirma que “depois de animarem quatro especiais de Natal da BBC na Inglaterra, incluindo o ‘Revolting Rhymes’, Triggerfish tem o prazer de dar vida a uma capital africana na Netflix.”