Pelo titulo já te deves estar a perguntar o que significa “UPCYCLES”, não penses mais e lê: a Residência Artística UPCYCLES é uma iniciativa de incentivo à criação artística, à mobilidade e ao intercâmbio entre artistas emergentes dos PALOP, cuja primeira edição se realiza entre dia 26 de agosto a 7 de setembro de 2019.

Tendo em conta que é uma iniciativa de incentivo à criação artística, à mobilidade e ao intercâmbio entre artistas emergentes dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), a Associação dos Amigos do Museu do Cinema em Moçambique (AAMCM) – uma organização sem fins lucrativos fundada em 2016, que se dedica à pesquisa e comunicação sobre a(s) História(s) do Cinema em Moçambique – abriu candidaturas para a primeira edição da Residência Artística UPCYCLES, que terá lugar em Maputo.

As candidaturas estão abertas até ao dia 15 de maio, e devem concorrer artistas visuais dos PALOP, que tenham vindo a desenvolver ou desenvolvem uma prática artística em vários campos de execução multimédia e não só. A inscrição é feita através do formulário online, os resultados serão divulgados no dia 25 de Maio de 2019.

De acordo com o press release enviado à BANTUMEN, o projecto é financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, a iniciativa conta com apoio do INAC, RTP e RDP África e do Camões I.P.

O objectivo da Residência Artística UPCYCLES é: fomentar a criação de uma rede de artistas emergentes dos PALOP; estimular o reconhecimento e a visibilidade internacional do trabalho autoral dos participantes; incentivar a mobilidade de artistas e obras de arte; estimular o contacto dos participantes com curadores e educadores internacionais de destaque no âmbito da arte contemporânea africana e dos PALOP.

O projeto visa igualmente advogar pela urgência dos processos de preservação e conservação destes arquivos e promover o emprego e a profissionalização do trabalho artístico.

Os destinatários são todos os artistas visuais emergentes, dos PALOP, que desenvolvam a sua prática artística em campos vários de execução multimédia e que apresentem um ante-projeto para a re-utilização de recursos de arquivos audiovisuais públicos e/ou privados.