Custou mas foi, PierSlow lançou EP “Reis & Rainhas”

Depois das várias participações em projectos de outros artistas e lançamentos de mixtapes, PierSlow apostou neste EP de cinco faixas.

PierSlow esteve nos últimos dois anos a preparar o seu mais recente EPReis E Rainhas”. Dois anos de muito trabalho que resultaram em músicas consistentes e maduras, após todos os contratempos financeiros e acabamentos de pós-produção.

PierSlow é um dos artistas que tem vindo a ganhar destaque dentro e fora da sua sua zona, Amadora, Lisboa, onde nasceu a 30 de Junho de 1988. O artista passou sua infância no Bairro de Santa Filomena, e de lá foi nascendo o gosto pela música.

O que canta já faz parte das playlist‘s dos consumidores de música urbana. A música veio em primeiro lugar na sua vida que depois dividia com o street dance, o artista participou em vários eventos e atuações, com artistas como Sara Tavares, Kaysha, NGA, Tekilla, entre outros.

Depois das várias participações em projectos de outros artistas e lançamentos de mixtapes, PierSlow apostou neste EP de seis faixas, que já se encontra disponível em todas as plataformas digitais.

A BANTUMEN quis saber mais sobre a música que faz, então convidou-o a fazer uma visita ao nosso estúdio juntamente com a BIG BIT, em Lisboa para contar-nos tudo sobre aventura que foi a produção de “Reis & Rainhas”.

O projecto começou em 2017 e por pouco não foi lançado. A perseverança e vontade falaram mais alto, e ficou definido que o artista teria de se focar no mais importante. Os altos valores para quem quer ter uma qualidade acima da média na música foram um dos principais requisitos que acabou por atrasar e de alguma forma prejudicar o lançamento do mesmo.

“Já tive mais produtores a enviarem-me instrumentais”

Uma das grandes dificuldades que Pier sentiu, foi o facto de que os produtores musicais, muito vezes falham, o que acaba por comprometer o trabalho que está a ser feito. Pierslow recorda-se que entregou o projecto para ser misturado e nunca o recebeu de volta, tento de começar tudo do zero.

O artista acha que a sua música tem crescido e chegado a mais pessoas, o artista sabe também, que tem ouvintes fieis a sua música. “Penso que continuo a ser ouvido pelas mesmas que me ouviam há cerca de 5 anos atrás e que hoje estão mais adultos”.

A música que faz é uma mistura entre o Rap e R&B , e tem chegado assim a todos, principalmente aos mais novos entre os 15 e 20 anos de idade, que têm preferência pelas plataformas de streaming como Spotify, Apple Music e outras equivalentes.

As faixas de EP “Reis E Rainhas” foram todas produzidas com Juzicy, excepto o tema “Conspiração” que contou com Ary Beatz, todas elas contam com tratamento visual disponíveis no YouTube.