Aos 15 anos, o jovem Moziah Bridges, apelidado de Mo, é um empreendedor a manter debaixo de olho. Com apenas 9 anos, o jovem criou a Mo’s Bows, uma pequena empresa que passou ao lado da crise.

Tudo começou com o facto de Mo querer imitar a aparência dos seus ídolos que usavam laços. Contudo, nas lojas, tudo o que encontrava era enfadonho e feio. Na altura, o jovem disse ao Huffington Post: “Eu disse à minha mãe que não usaria aquilo no meu pescoço. Homens de verdade usam as suas próprias criações.”

O gosto pela arte de bem vestir é uma herança do avô, que usava roupas elegantes “mesmo quando ia apenas ao McDonald’s”. Já a sua avó é a culpada por ter aprendido a costurar.

Em poucas semanas, o pequeno Moziah Bridges fez 30 criações de laços, que foram um sucesso entre os seus colegas de escola. Assim surge a ideia de montar uma empresa. Começou a vender as suas criações através do seu site. Dois anos depois, a empresa tem um faturamento de 90 mil dólares, cerca de 65 mil euros.

O sucesso é tal que o jovem Mo recebe pedidos de várias marcas de pronto-a-vestir masculinas de luxo. A mãe do menino também tem o seu lugar na microempresa Mo’s Bows. Ela ajuda o filho nos bastidores, administrando os negócios.

Voir cette publication sur Instagram

My Mom and I are wishing you and your family a Happy New Year!!😎

Une publication partagée par Mo's Bows (@mosbowsmemphis) le

O prodígio de Memphis já foi convidado nos sets de shows como o de Steve Harvey e “Good Morning America”. Há até Oprah Winfrey que o cita numa entrevistada da Forbes Magazine, já foi aclamado na GQ inglesa, nomeado na lista da revista Time entre os adolescentes mais influentes em 2015 e em agosto de 2015 conheceu o presidente Barack Obama, a quem ofereceu um dos seus laços.

O jovem CEO assinou recentemente um contrato de parceria com a NBA e, a partir de agora, poderá usar os logotipos e os nomes de cada clube nas suas criações.

Apesar de todo o sucesso, Mo mantém os pés no chão. Em 2012, criou uma fundação chamada “Go Mo”, para ajudar crianças da sua cidade a participarem num acampamento de verão.

No futuro, a ambição de Moziah é juntar-se à Parsons Design School, em Nova Iorque, com o objetivo de eventualmente criar a sua linha de roupas masculinas.