Lembras-te de termos falado aqui que havia uma probabilidade grande da Google antecipar-se e anunciar na semana do maior evento de videojogos em todo o mundo, a E3, mais informações sobre a sua plataforma de streaming Stadia? E aconteceu, já sabemos tudo, ou quase tudo.

A tecnologia de Mountain View, Google, já revelou o mês de lançamento, jogos e preços. No fim de semana do evento, foram apresentados mais pormenores sobre a plataforma Stadia dedicada a streaming de videojogos.

O lançamento da plataforma está marcado para o mês de novembro em 14 países. Mas Portugal está fora desta primeira lista, infelizmente. A Google Stadia estará disponível inicialmente em modelo de subscrição. Mas a subscrição e o respetivo preço vai depender da qualidade em que o jogador quiser jogar, sendo que de momento a Google apresentou apenas a “Stadia Pro” que permitirá jogar em 4K com 60fps e HDR por apenas 9,99 euros por mês (preço em Espanha). A Google adiantou que de futuro lançará outro tipo de modalidades.

Para além das vantagens mencionadas acima, a Google preparou também, uma “Edição de Fundador” uma subscrição de três meses que inclui ainda outra subscrição de três meses para oferecer a um amigo, um comando, um Chromecast Ultra e ainda a edição completa de ‘Destiny 2’ com todos os conteúdos lançados até aqui.

De acordo com o Google, estarão presentes no Stadia alguns dos títulos mais conhecidos do mercado e jogos que marcaram gerações, como ‘Doom Eternal’, ‘Wolfenstein: Youngblood’, ‘Baldur’s Gate 3’, ‘Metro Exodus’, ‘Football Manager 2020’, ‘Assassin’s Creed Odyssey’, ‘Borderlands 3’, ‘Mortal Kombat 11’, ‘Final Fantasy XV’ e ainda a trilogia ‘Tomb Raider’.

Todos estes jogos poderão ser jogados em streaming com uma subscrição da Stadia, o que significa que terás de estar ligado à Internet, sempre. A plataforma pede ainda que o utilizador/jogador tenha uma ligação estável de qualidade, para que consiga jogar com as melhores definições.

A Google partilhou as especificações mínimas da Stadia que terás de garantir para ter acesso aos vários ‘níveis’ da Stadia, revelando que uma experiência mínima (720p, 60fps e som estéreo) terás de ter o mínimo de 10Mbps, uma experiência padrão (1080p, HDR, 60fps e som Surround 5.1) exigirá pelo menos 20Mbps e, por fim, a experiência no seu melhor (4K, HDR, 60fps e som Surround 5.1) necessitará de 35Mbps.

A Google adiantou também que anunciará novos territórios em 2020, e aí talvez, Portugal já faça parte de um dos países a usufruir da plataforma Stadia dedicada a streaming de videojogos.