Quando tens um espírito empreendedor, a tua fortuna pode aumentar à velocidade da luz. É o que nos provam estes cinco jogadores africanos de futebol que, segundo a Forbes, são os mais ricos do mundo em 2019.

Os cálculos incluíram salários, bónus, receitas de publicidade e de projetos pessoais.

5 – Nwanko Kanu

A lenda do futebol nigeriano abre o ranking. Ex-membro de clubes chiques como Inter de Milão, Arsenal e Portsmouth, que têm grandes folhas de pagamento, o ex-atacante acumulou uma fortuna através dos seus grandes salários, mas também através de investimentos em vários projetos. Hoje retirado dos relvados, Kanu acumula cerca de 100 milhões de dólares. O jogador é também um dos primeiros futebolistas nigerianos, como Finidi George, a vencer a UEFA Champions League, em 1995 com o Ajax Amsterdam.

4 – Obafemi Martins

Ver esta publicação no Instagram

HBD to me 28-10

Uma publicação partilhada por Obafemi Martins (@obagoal) a

Como o seu compatriota Nwanko Kanu, Obafemi Martins marcou a sua época. A antiga estrela do Inter de Milão também passou por clubes como o Newcastle United ou Sounders FC, assinou um contrato lucrativo com o chinês Shengai, que lhe ofereceu um contrato dos mais suculentos. Assim, através do seu talento e boa gestão financeira, o lendário avançado central das Super Águias, conhecido pela sua velocidade relâmpago, acumulou cerca de cerca de 120 milhões de dólares.

3 – Didier Drogba

Este homem não precisa de apresentações. Marcador vedeta do Marseille, de 2003 a 2004, tornou-se uma lenda viva no Chelsea, onde conquistou inúmeros títulos, incluindo o Campeonato Inglês (cinco vezes) e a UEFA Champions League. O ponta de lança da Costa do Marfim, Tito, como é apelidado, também é dupla bola de ouro africana (2006, 2010).

Droba foi para a China em 2012 e terminou a sua carreira em 2018, no Phoenix Rising, depois de passar pelo Galatasaray e pelo Montreal Impact. Drogba é acima de tudo um homem muito empreendedor. Através dos seus muitos investimentos em clubes de futebol, em equipamentos desportivos, na construção de um hospital em Abidjan ou na mina de ouro Ity, o ex-jogaor acumulou uma fortuna estimada em 171 milhões de dólares.

2 – Yaya Toure

Yaya é muito discreto, mas o seu impressionante registo profissional fala por si. O jogador de futebol mais bem sucedido da Costa do Marfim ganhou a Liga dos Campeões, Premier League, Supertaça Europeia, Taça das Nações Africanas, Bola de Ouro Africana (quatro vezes) e a lista continua. A sua vitrine está repleta de troféus. Muito comprometido com o empreendedorismo e graças ao seus vários contratos e bónus, Touré construiu um império com quase 257 milhões de dólares.

1 – Samuel Eto’o

Big Sam é o jogador de futebol africano mais rico. E o contrato com o Qatar Sport Club, que é o seu atual clube, fez com que o jogador aumentasse exponencialmente a sua fortuna. Considerado o melhor jogador de futebol do seu tempo, Eto’o já ganhou tudo o que tinha para ganhar na sua carreira. Liga dos Campeões, Copa Africana, Bola de Ouro Africana… Eto’o é também o maior ponta de lança da história dos Camarões e da história do Campeonato Africano.
Graças aos seus grandes contratos, projetos pessoais e a sua recente ação judicial contra “Orange Cameroon”, a sua fortuna está atualmente em torno de 429 milhões de dólares.