Prodígio apresentou ontem na Fnac do Colombo, em Lisboa, a versão física do álbum Castelos, com mais duas faixas do que versão apresentada a 8 de março em Angola.

Mais de 500 pessoas passaram pela Fnac para assistirem ao showcase de apresentação do álbum duplo, que começou por volta das 21 horas.

O rapper contou na primeira pessoa as histórias por de trás de todas as faixas e como e onde surgiu a ideia para gravar o álbum, que o mesmo rotula com “Revu” (revolucionário) devido à temática das faixas.

Quem esteve presente na apresentação também teve a oportunidade de ouvir ao vivo as faixas “Olho Azuis”, “Merda Nenhuma”, “Devolve o meu coração” e “Piano”, com a presença de NGA em palco .

“Cada um dos CDs é um castelo. O primeiro é de lata, o segundo é de areia. O de lata que é o nosso, é o pouco que a gente tem, que conseguiu construir com o pouco que nos foi permitido. Sinto que os castelos de areia foram feitos com os castelos de lata, porque era preciso uns terem muito pouco para alguns terem muito. Quantos mais castelos de lata existirem, mais de areia vão existir.” 

São 18 temas. 18 histórias com protagonista, várias personagens, sítios e momentos, onde num registo mais pessoal, profundo, Prodígio deixa escapar cá para fora a maturidade que vem com os anos e a sabedoria que só foi possível com estas 18 vivências.

As novidades desta reedição física são as faixas “Reebok” e “Down” com G Son, que foram adicionas às 16 faixas já conhecidas do público que conta com as produções de Ace Bankz, Madkutz, Gaia, DJ Caique, Ghetto Ace, Thai Beats e Razor Boomarang. Nas vozes temos NGA, Deezy, Anna Joyce, Rhayra, Edmasia e Mylson.  

A primeira edição do álbum Castelos foi apresentada na Praça da Independência em Luanda, no dia 8 de março, e no dia seguinte na Casa Da Juventude e domingo, 10, na Praia de Cacuaco e na centralidade do Kilamba, nos arredores de Luanda.

Actualmente podes encontrar o álbum disponível em todas as plataformas digitais.