O que estavas a fazer quando tinhas 11 anos de idade? Provavelmente a jogar à bola, às escondidas, a colar posters dos teus artistas favoritos na parede do quarto ou a juntar dinheiro para comprar um dos teus brinquedos favoritos. Parabéns, tiveste uma infância absolutamente normal. Não podemos dizer o mesmo quanto a Bishop Curry.

Aos 11 anos de idade, este jovem criou um dispositivo para salvar as crianças que são deixadas dentro dos carros e que podem morrer devido ao calor.

Tudo começou quando em McKinney, Texas [onde Bishop vive] uma tragédia assolou o bairro: uma menina de seis meses morreu após ser deixada no carro num dia quente de verão. Essa tragédia fez com que Curry estudasse e trabalhasse numa solução deste tipo de acontecimentos,, que atinge mais crianças do que se pensa. “Não achei que isso pudesse acontecer a alguém. Então inventei algo que pudesse solucionar um problema, por partes”, disse Bishop a revista online Romper.

De acordo com a CBS News, Bishop primeiro fez um esboço do protótipo para um dispositivo com inumeras capacidades como detectar movimentos na cadeira da criança que significa que a mesma ainda lá está, e se a cadeira ficar sobreaquecida, o dispositivo “solta” um ar frio como se fosse ar condicionado e liga automaticamente para os serviços de emergência para alertá-los de que uma criança foi deixada num carro quente.

Bishop Curry/ Foto: Go Fund Me / CBS
Bishop Curry/ Foto: Go Fund Me / CBS

A primeira pessoa a ver o esboço foi o seu pai, Bishop Curry Sr., que viu e ouviu o que o filho tinha para explicar, e tomou a iniciativa de ajudá-lo a conseguir uma patente para a sua recente invenção, intitulada “Oasis” e criaram um perfil no site GoFundMe para angariarem dinheiro suficiente para construir o protótipo.

“O meu pai também me ajudou a encontrar empresas e advogados para concretizar a minha ideia e a minha mãe também foi solidária, no seu esforço para me ajudar no que pudesse”, acrescentou Bishop.

Mas antes já tinham conseguido uma patente provisória para a sua invenção num modelo 3D. E todo o dinheiro que conseguissem angariar seria para pagar a patente vitalícia, as despesas de tribunal, advogados, e os materiais necessários para melhorar e finalizar o protótipo.

Bishop é um aluno exemplar, e sempre foi fascinado pelo mundo da criação e as STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática). Entre outras invenções, esta é a que mais tem chamado a atenção. O “Oasis” funciona conectando um ventilador que estará num dos encostos de cabeça do assento do carro. Este ventilador é programado para começar a soprar ar frio se o carro sobreaquecer. E nele está instalada uma antena que alertará os pais e os serviços de emergência de que a criança está em perigo.

À medida que o trabalho ia avançado, mais pessoas quiseram saber mais e conhecer todo o processo de criação. O que fez com que as angariações também aumentassem. Conseguiram mais de 50 mil dólares através da GoFundMe, “eu não esperava que as pessoas fossem generosas. É realmente a vontade de Deus”, explicou Bishop. Com a ajuda do

seu pai, o inventor de 11 anos recebeu uma patente para o “Oasis”. O que significa que este dispositivo com o objectivo de salvar vidas vai estar no mercado num futuro próximo.

Apesar de vários avisos da Academia Americana de Pediatria de que as crianças nunca devem ser deixadas sozinhas dentro de carros, todos os anos acontecem acidentes. Segundo a Kids and Cars, uma média de 37 crianças “morrem de mortes relacionadas ao calor depois de ficarem presas dentro de veículos. Mesmo os melhores pais ou responsáveis podem, sem saber, deixar um bebé a dormir no carro:e o resultado final pode ser ferimento ou até morte”.

Faz play abaixo para veres e ouvires o testemunho de Bishop Curry acerca da sua invenção.