Morreu nesta sexta-feira, 6, o antigo presidente do Zimbabué, Robert Mugabe, aos 95 anos de idade. Em 2017, Mugabe renunciou ao cargo de presidente que ocupou durante 37 anos.

O ex-presidente do Zimbabué, que morreu após cinco meses de tratamento de doença, em Singapura, nasceu a 21 de fevereiro de 1924, na aldeia de Kutama, na Rodésia, filho de um carpinteiro e uma doméstica. A pouco mais de 90 quilómetros da capital Harare, Mugabe teve uma educação católica, numa escola de jesuítas. 

Robert Mugabe foi um dos líderes pós-independência mais célebres de toda a África. Chegou ao poder com a promessa de um país melhor com um futuro brilhante pela frente, mas o seu governo foi marcado pelo autoritarismo, pela ruína económica e genocídios.

Mugabe foi um homem que marcou presença nos movimentos de libertação da África colonial e do nacionalismo africano, onde conseguiu ter mais atenção dos de dentro e fora do mundo ocidental. Quando se pensava que Mugabe faria a diferença, o mesmo mostrou o contrário, o poder era a “arma” mais importante de se ter.

Em 1979, a então primeira-ministra britânica Margaret Thatcher anunciou que o Reino Unido reconheceria oficialmente a independência da Rodésia, como era designado naquela altura o país. Mugabe foi eleito primeiro-ministro no ano seguinte.

Robert Mugabe deteve o poder no Zimbábue durante 37 anos, tornou-se presidente do país em 1987. Em novembro de 2017 foi “derrubado” num golpe de Estado, foi forçado a afastar-se depois de o Exército e o seu partido, a União Nacional Africana do Zimbabué – Frente Patriótica (ZANU-PF), lhe retirarem o apoio.

“É com muita tristeza que anuncio a morte do pai fundador e ex-presidente do Zimbabué, major Robert Mugabe”, disse o atual chefe de Estado, Emmerson Mnangagwa, no Twitter.

Mas nem só da poilitica, Robert Mugabe foi conhecido, mas também por dormir em eventos do Estado importantes. Mas de acordo com o jornal Herald e o porta-voz George Charamba em 2017, o “presidente do Zimbábue tem uma condição médica que significa que seus olhos não conseguem lidar com luzes brilhantes”.

Desde então foi apelidado como o “presidente que não dorme, apenas descansa os olhos” que também foi a justificação dada pelo o seu acessor de relações públicas. Abaixo podes ver algumas fotos de Rober Mugabe a “descanar os olhos” desde o Fórum Econômico Mundial a Africa Union Summit:

Robert Mugabe a "descansar os olhos" Foto: Nairobiwire / Reuteurs
Robert Mugabe a “descansar os olhos”/ Foto: Nairobiwire / Reuteurs
Robert Mugabe a "descansar os olhos" Foto: Nairobiwire / Reuteurs
Robert Mugabe a “descansar os olhos”/ Foto: Nairobiwire / Reuteurs
Robert Mugabe a "descansar os olhos" Foto: Nairobiwire / Reuteurs
Robert Mugabe a “descansar os olhos”/ Foto: Nairobiwire / Reuteurs
Robert Mugabe a "descansar os olhos" Foto: Nairobiwire / Reuteurs
Robert Mugabe a “descansar os olhos”/ Foto: Nairobiwire / Reuteurs
Robert Mugabe a "descansar os olhos" Foto: Nairobiwire / Reuteurs
Robert Mugabe a “descansar os olhos”/ Foto: Nairobiwire / Reuteurs