Brigid Kosgei é o nome da mulher queniana que correu este domingo a meia maratona feminina mais rápida da história. Não foi possivel estabalecer um recorde mundial, devido ao facto de ser na Corrida do Grande Norte, em Inglaterra, um percurso não homologado.

Kosgei, já tinha conseguido alcançar uma das suas melhores marcas na meia maratona, 1:05.28 horas, alcançada em março, no Bahrein. E no domingo, 8, conseguiu correr em Newcastle em 1:04.28.

Apesar da Great North Run não ser reconhecida oficialmente para fins de recorde, a corrida de Kosgei foi 23 segundos mais rápida que o recorde mundial de Joyciline Jepkosgei de 64:51, estabelecido em Valência em 2017.

“Eu não esperava correr num tempo recorde. Eu apenas dei o meu melhor, foi tudo. Sinto-me ótima e isso é um bom presságio para a minha próxima maratona. Hoje foi uma ótima preparação para Chicago.” afirmou a atleta à imprensa.