Suraj vai estar pela primeira vez em Lisboa, a convite da Seres Produções. A sua música, que é uma mescla entre as sonoridades tradicionais do Quénia e a música eletrónica contemporânea, vai poder ser apreciada no dia 19 de outubro, no Room System Village Underground Lisboa na capital portuguesa.

O DJ e produtor é pioneiro no que concerne a construção de uma nova sonoridade eletrónica que mergulha na música tradicional queniana. O artista quer tornar-se num farol dessa nova vaga sonora.

“A sua visão única da música eletrónica, mesclando a instrumentação tradicional do Quénia com o tipo de música ultra-contemporânea e inovadora, é ouvida nas pistas de dança de Nova Iorque a Berlim”, escreveu a revista FADER.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Room System (@roomsystem) a

Desde 2017, Suraj tem estado em digressão, com apresentações em dois dos principais festivais de música eletrónica da África Oriental, Festival de Nyege Nyege em Jinja, Uganda, e no Ano Novo de Kilifi, no Quénia.

Em 2018, o DJ passou pela Europa no verão, apresentando-se no Watergate, em Berlim, no evento RISE: African House Music e no CityMatine Festival em Budapeste, além de estreia em Viena, Áustria, Luanda, Angola e Dubai, Emirados Árabes Unidos.

Suraj também fez parte do show Boiler Room True Music Africa, na sua terra Natal, Nairobi, em maio de 2018. Um momento surreal, em que conseguiu mostrar o seu talento, recebendo rasgados elogios da crítica.

Após o lançamento do seu remix de sucesso “Abiro”, com Riot Stereo, em 2016, SURAJ começou a lançar músicas com a Red Bull Music, MoBlack Records e também gravou mixagens e podcasts para o RISE (Berlim), Red Bull Radio e Madorasindahouse (MIDH), além de participar da campanha Battle of The Beats da Smirnoff Vodka e do African Voices da CNN.