O Presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, apelou ao investimento internacional para apoiar o desenvolvimento económico do continente africano, “saqueado pelo colonialismo”. 

“Durante a governação colonial, a abundante riqueza de recursos de África foi saqueada, carregada e transportada para destinos estrangeiros, incluindo o seu próprio povo, deixando países em estado de pobreza e subdesenvolvidos, e hoje enfrentamos um novo desafio de sermos os importadores de produtos que poderiam ser produzidos domesticamente”, afirmou Ramaphosa.

O chefe de Estado sul-africano, que falava na abertura de um Fórum internacional de Investimentos, em Joanesburgo, sublinhou que “isto coloca pressão sobre os balancetes nacionais domésticos e desvia as prioridades económicas da despesa social pública, que é vital”, referindo a determinação em “reverter esta situação”.