Carla Prata, Shaka Lion, PEDRO, DJ Adam e Chong Kwong, são uns dos nomes confirmados para os dias 3 e 4 de Abril 2020.

O festival volta a ser acolhido pelo Centro de Congressos do Estoril onde os músicos serão espalhados por quatro palcos diferentes.

Foram anunciados esta terça-feira 13 novos artistas para o festival de música electronica, sendo eles Slow J, Joe Kay, Trikk, Shaka Lion, Holly, Vaarwell, Chong Kwong, Inês Duarte, L-Ali (com Vulto), DJ Adamm, Ornella, Zé Ferreira e Co$tanza.

Os que já tinham sido confirmados são Rejjie Snow, Kelsey Lu, Kindness, Jordan Rakei, Ezra Collective, Moses Boyd, Coucou Chloe, Biig Piig, Lhast, Carla Prata e Pedro.

Chong Kwong é uma artista que vinga no mundo do rap com influências asiáticas mas também afro , que representam as suas origens. A artista, que já tocou no Music Box Lisboa, acredita que o festival ” é importante, tem uma presença importante naquilo que é dentro da música urbana então é uma honra poder fazer parte disto”.

Shaka Lion, DJ brasileiro, é uma das novas afirmaçōes no ID e que já esteve presente no festival em Março. O seu trabalho é à base de Dj sets, mas ele garante que em 2020 o público verá um lado diferente do seu trabalho ” vai ser uma cena especial com outras pessoas com momentos live, vai ser diferente.

O artista também é responsável por “Bailacobaco”, uma das apostas para a passagem de ano, que conta com a presença de DJ Firmeza, DJ Maboku e Equipe explosão, do dia 31, Beato.

Também se pode contar com a presença de PEDRO, um dos membros da ENCHUFADA, que já produziu músicas com Branko e para Dino D’Santiago, admite estar ” entusiasmado” por tocar no mesmo festival que artistas como Slow J e Joey Kay.

O artista ainda salienta o facto de achar engraçado o festival ser em Cascais, ” acho giro estarem a trazer isto para Cascais, porque ninguém se lembra de ir sair para Cascais. Então conseguirem juntar estas cenas todas que vêm de Lisboa e não só do resto do país e da Europa num só sitio como o Centro de Congressos do Estoril, acho que é mega benéfico para a cidade”.

DJ Adam é um Dj de Afrobeats, que já pisou palcos como Lux Frágil, ENCHUFADA, Sou Quarteira e Musa. Em Abril de 2020, promete ” estragar com isso tudo, é mesmo para arrebentar com isso tudo” e trazer muitas músicas novas para o ID.

No total são 24 artistas, que podem ser assistidos com passe para dois dias que está de momento à venda por 35 euros ou diário pelo preço de 40 euros. Os preços estão sujeitos a subidas de preço que pode ir até a 55 euros até à data do evento.