Allan é um dos nomes mais respeitados no movimento Hip-Hop em Moçambique e, além de rapper, também é ativista social, empreendedor, estando ligado a produções de eventos musicais, e é uns dos responsáveis pelo Rapódromo (a liga de rompimento/freestyle) de Moçambique, junto com o também rapper Duas Caras.

Dias antes de levar os seus rapazes a Luanda para a Batalha dos Gigantes “Duplo”, entre Angola e Moçambique, esteve na redação da BANTUMEN para o podcast Negócio da Música. O tema foi o movimento hip-hop em Moçambique, estado atual e as suas origens, e o seu ponto de vista sócio-político sobre os jovens moçambicanos.

A conversa foi dirigida pelo host da BANTUMEN Eddie Pipocas.

Edy Alan Simões é a pessoa por trás do rapper Allan, nascido a 31 de agosto de 1989, em Maputo. A sua carreira artística começou em 2007, por influência de amigos e colegas de escola, mas desde pequeno que carrega consigo o amor pela música, em especial pelo estilo Hip-Hop.

Fez parte do grupo Classic La Família, entre 2009 e 2016, com quem lançou um álbum intitulado  Agora ou Nunca, cuja música “Run” foi nomeada em 2014 para a categoria de Melhor Vídeo Musical nos MMA (Moçambique Music Awards).

Em 2017, Allan deu prioridade ao seu álbum a solo Genesis. Outro ponto alto da carreira do rapper é a música de promoção para a campanha de qualificação para o Campeonato Africano das Nações, na altura sobre o comando do selecionador moçambicano de Futebol Abel Xavier.

As músicas de Allan contam com temas de intervenção social, amor, o quotidiano dos moçambicanos e histórias por si vividas.

Em 2018, surgiu com o single “Muito Rap” e com vários shows promocionais do seu álbum, dos quais se destacou o “Afrerwork live show”. Devido ao sucesso do mesmo, o artista foi convidado pelo CCFM (Centro Cultural Franco-Moçambicano) para fazer um show denominado “Genesis live show”. Este Foi considerado o “Melhor show de Hip-hop Moçambicano”, em 2018, pelos amantes do Hip-hop no país.