Desde o dia 31 de dezembro que o cantor cabo-verdiano Jorge Neto encontra-se internado no Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa, após ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC). O seu estado de saúde é considerado “muito crítico”.

De acordo com o comunicado da embaixada cabo-verdiana em Lisboa, o artista, que reside em Portugal e que catapultou a sua carreira na Europa, sobretudo junto da comunidade emigrante de Cabo Verde, está ainda “em coma profundo”.

A equipa médica que o acompanha refere que “pode ocorrer a falência de algum órgão vital e isso poderá causar-lhe a morte a qualquer instante. Mas será uma morte natural, não induzida, mas todos desejamos e esperamos que isso não venha a acontecer”, lê-se no comunicado, com a embaixada a garantir que está a acompanhar de perto a família de Jorge Neto, prestando apoio.

O artista é bem conhecido pelos PALOP e por quem acompanha a música africana. Jorge Neto tornou-se referência para muitos cantores ao longo dos anos. Nasceu em São Tomé e Príncipe em 1964 e é filho de mãe cabo-verdiana. Estudou em Portugal e emigrou depois para a Holanda, país com forte presença da comunidade cabo-verdiana e onde fez sucesso na música, enquanto vocalista da banda Livity.

Ao longo dos mais de 30 anos de carreira, fez sucesso em vários países, junto da comunidade da diáspora na Europa, África e América.

Depois de 11 anos sem gravar um disco, Jorge Neto lançou em 2016 “Nha Palco”, o seu nono álbum, que podes ouvir abaixo.