A feira de tecnologia mais importante do mundo já aconteceu, a CES – Consumer Electronic Show, de 6 a 10 de janeiro, em Las Vegas, EUA. E com ela ficámos a saber quando vai ser lançada a consola mais esperada do momento, a PS5.

Realizado há 50 anos, oevento tem funcionado como o local de encontro mundial para todos aqueles que prosperam nos negócios de tecnologias de consumo e transporte. O objetivo é sempre o mesmo: revolucionar o mercado as vidas de cada um de nós.

Entre as centenas de empresas de tecnologia presentes, damos destaque à Sony, por ser a criadora da Playstation, a consola de videojogos mais utilizada e vendida no mundo. Nesta edição, a empresa revelou detalhes da sua promissora PS5, que deverá chegar ao mercado no fim deste ano.

Acabou a era PS4 e é difícil manter em segredo as características da sua próxima jóia. O presidente e CEO da marca Playstation, Jim Ryan, acabou com os rumores, revelando no CES 2020 o nome e características da nova consola.

PS5 – Especificações finais, data de lançamento e preço /Crédito: Site pplware

A empresa revelou o logótipo do PlayStation 5, previsto para ser lançado no dia 20 de Novembro de 2020 e também ficou a saber-se que a consola custará cerca de 350 euros e virá com um comando e um jogo.

Além destes detalhes constam ainda som 3D, Ray-Tracing, Blu-Ray Ultra H, armazenamento SSD de alta velocidade para minimizar os tempos de carregamento e novas funções hápticas para o comando, com novas funções adaptáveis.

Facturação da Sony, desde o lançamento da PS4 e outros serviços:

Facturação da Sony / Imagem divulgada na CES2020

Mensalmente, a Sony registou 103 milhões de utilizadores ativos e o serviço PlayStation Plus têm 38,8 milhões de subscritores.

De acordo com as informações divulgadas em vários relatórios pela gigante japonesa, foram vendidas 106 milhões de unidades da PS4 em todo o mundo. A nível dos jogos, foram vendidos 1150 milhões. Relativamente aos óculos VR, a marca vendeu 5 milhões.

Ainda no CES 2020, Jim Ryan apresentou também o protótipo de um carro eléctrico, que utiliza vários sensores de câmera originários da Sony. O Vision-S, como foi baptizado, atinge 149 km/h e vai de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos.

Segundo a empresa, o carro foi produzido em parceria com a Bosch, Continental, Nvidia e Qualcomm. A viatua tem algum nível de autonomia e pode acelerar, travar e fazer curvas por conta própria, mas os motoristas ainda precisam monitorar o sistema para evitar erros.

Segundo o site TechCrunch, ainda não está claro se a Sony realmente fará o carro chegar até aos consumidores, mas há rumores de que o fabricante deverá usar o protótipo para promover a venda de componentes como sensores para outras montadores.