Victor Carvalho Ferreira, ou simplesmente Vitão, é uma das vozes em ascensão na música brasileira, em particular, e na feita em língua portuguesa, no geral.

Nascido na grande São Paulo, o cantor e compositor brasileiro começou os seus passos na música de forma pública na plataforma YouTube, fazendo covers de hits e o resultado desses covers tornou-se viral.

O jovem cantor além de ser caracterizado pela sua qualidade musical, o seu estilo e os seus cabelos compridos e cacheados foram chamando a atenção do público.

Desde que lançou o seu primeiro single, “Tá Foda”, o cantor atingiu a marca de um milhão de plays em apenas uma semana, e desde então não ficou “Tranquilão”. Deu continuidade ao trabalho lançando “Embrasa”, com Luccas Carlos, e “Te Liguei”, que contam respectivamente com mais 36 milhões e 27 milhões no YouTube.

Actualmente, o artista possui mais de 5 milhões de ouvintes mensais no Spotify e mais de 300 milhões de visualizações no Youtube.

O cantor também já fez colaborações musicais com artistas como MC Davi, Luccas Carlos e Luísa Sonza.

Um dos passos, provavelmente, mais importantes na sua carreira foi quando o artista assinou com a gravadora internacional Universal Music, através da filial brasileira.

Em 2019, no mês de março, Vitão brindou os seus fãs com o EP Café, com cinco músicas, e depois disso foi lançando mais singles como “Endredom” e “Complicado” com a cantora Anitta, e que é o single promocional do seu último álbum, Ouro.

O novo trabalho tem o carimbo da sua atual label, Universal Music. Ouro conta com a dez faixas e com as participações de Hodari, Day, Feid, Gaab, Luccas Carlos, Anitta e Rael. Além da música “Complicado”, o álbum até agora tem apenas um vídeo disponível, “Um pouco de você”.

Carrego a cultura kimbundu nas veias. A minha angolanidade está presente a cada palavra proferida. Sou apologista de que a conversa pode mudar o mundo pois a guerra surgiu também de uma. O meu mantra é "o conhecimento gera libertação e libertação gera paz mental, portanto, não seja recluso da ignorância".