Chong Kwong diz “Salute” ao mercado do hip hop em português

O vídeo retrata o lado mais secreto do Palácio Chong Kwong, onde as palavras-chave para entrar são "respeito" e "confiança".

Chong Kwong não anda a passeio nas lides do hip hop em português. A rapper de origens africanas e asiáticas lança agora nova música, “Salute”, que é também um statement enquanto artista e mulher.

O single que sucede a “Não Te Convidei”, e a diversas atuações em festivais de referência em Portugal, faz parte do EP Filha da Mãe, previsto para este ano.

“‘Salute’ é a banda sonora da Tríade Chong Kwong. É um statement de respeito, confiança e lealdade. Fala sobre a importância de te respeitares e confiares em ti e com isso criares a tua própria Tríade, seres dono do teu próprio game. Ser independente é sexy, então onde quer que pises, pisa com peso. O Salute foi o resultado de um mix de momentos marcantes que vivi enquanto rapper e enquanto mulher, que me fizeram ter de respeitar o meu instinto e passar a definir as minhas próprias regras do jogo”, explica a própria.

Editado pela Blasian Drip e novamente com SnakeDizzy no comando da produção musical e Wilsoldiers na realização do videoclipe, Chong Kwong traz-nos um tema que marca o fecho de um ciclo em que se estabelece enquanto rapper, num mercado que se conhecia há bem pouco tempo como apenas masculino.

O vídeo retrata o lado mais secreto do Palácio Chong Kwong, onde as palavras-chave para entrar são “respeito” e “confiança”.

Chong Kwong é considerada uma das novas promessas do hip-hop nacional. Com raízes em Cabo-Verde, Moçambique, São Tomé e Príncipe, China e Timor, a rapper afro-asiática começou a escrever as suas primeiras rimas com apenas 14 anos. Tudo começou com a sua ligação à Margem Sul, o local que lhe deu a conhecer o hip-hop desde muito cedo.

Em março de 2019 fundou a Blasian Drip, a label com a qual dá os primeiros passos enquanto artista independente.

Ao vivo, Chong Kwong já atuou em alguns dos principais palcos nacionais, como é o caso do NOS Alive, Beat Fest ou MEO Sudoeste. Em palco, o Palácio Chong Kwong ganha vida, com ninjas e guardiões prontos a dar-lhe as boas-vindas. Mistura energia com atitude, empoderamento e liberdade, fantasia e sonhos, contando a sua história na primeira pessoa. Para os visitantes do palácio, pede-se que tragam as baterias carregadas a 100%.