O ranking dos artigos mais clicados da semana de 19 a 25 de janeiro começa com um artigo de opinião de Wilds Gomes sobre o evento que marca a atualidade portuguesa, o espancamento de uma mulher negra pela polícia. Seguimos para o segundo lugar com a descoberta de um novo espaço para artistas, o LAI, localizado em Lisboa; o facto de a música “Grana”, de Cíntia, já ter alcançado a marca de um milhão de visualizações; o novo vídeo dos Young Family e terminamos com a nova música de Chong Kwong, “Salute”.

1 – Como é que se celebra um ano de “Jamaica”? Batendo na minha mãe

Cinco da manhã. A essa hora a minha mãe já está pronta para sair de casa. É nesta altura do ano (Inverno) que lhe custa mais, sempre. Já não tem 20 anos. Está a caminho dos 50, os ossos já lhe doem, sente-os, muitas vezes, a quererem fraquejar. Mas não pode. Tem uma casa e uma família para sustentar. 

Arranja-se, põe-se bonita e o casaco tem de ser pesado para aguentar o frio da madrugada. Lá vai ela, pontual para apanhar o primeiro autocarro – a Rodoviária que passa na Apelação às 5h30 da manhã. Às seis e pouco começa a sua rotina. Limpa o chão, desinfeta as mesas dos escritórios, os teclados, os ratos e os computadores. Doem-lhe as costas, mas não se pode dar ao luxo de prestar atenção à dor. Quando batem as dez horas no relógio, acaba o serviço e sai num ápice para começar como ajudante de cozinha num restaurante, onde já trabalha há mais de 15 anos.

2 – LAI: Há um novo Laboratório Artístico Independente em Lisboa

Nasceu em Lisboa um novo espaço de exposição para artistas independentes, o LAI, cuja sigla significa Laboratório Artístico Independente.

Criado pelos também artistas, e agora curadores, GIL, AL E Mino, o LAI pretende ser um espaço onde a liberdade vive-se. Para celebrar a abertura, está patente uma exposição de vários profissionais da arte de diferentes nacionalidades, até ao fim do mês de janeiro.

3- “Grana”, de Cíntia, já bateu 1 milhão de views no YouTube

A BANTUMEN “descobriu” Cíntia ainda antes de todo este frenesim à volta da cantora. Desde essa primeira entrevista a um meio de comunicação, a reviravolta que a sua vida viu é incontestável. 

O primeiro single que lançou, “Grana”, teve uma explosão imediata através das redes sociais e, agora, acaba de bater a marca de um milhão de visualizações no YouTube. 

4 – Young Family lança vídeo de “Não Para”

Young Family, um dos mais antigos grupos da nova geração do rap angolano, abriu o ano com o lançamento do videoclipe de “Não Para”, do álbum Disco d’Ouro.

O grupo mais fluente da produtora So Much More Records, de Negro Bué, entrou novamente na cozinha para dar tratamento visual ao single. “Como é uma música mais comercial e como também tivemos bom feedback após o lançamento do álbum, achamos por bem trabalhar primeiro no vídeo dela”, contou Lil Fox à BANTUMEN

5 – Chong Kwong diz “Salute” ao mercado do Hip-Hop em português

“‘Salute’ é a banda sonora da Tríade Chong Kwong. É um statement de respeito, confiança e lealdade. Fala sobre a importância de te respeitares e confiares em ti e com isso criares a tua própria Tríade, seres dono do teu próprio game. Ser independente é sexy, então onde quer que pises, pisa com peso. O Salute foi o resultado de um mix de momentos marcantes que vivi enquanto rapper e enquanto mulher, que me fizeram ter de respeitar o meu instinto e passar a definir as minhas próprias regras do jogo”, explica a própria.

Editado pela Blasian Drip e novamente com SnakeDizzy no comando da produção musical e Wilsoldiers na realização do videoclipe, Chong Kwong traz-nos um tema que marca o fecho de um ciclo em que se estabelece enquanto rapper, num mercado que se conhecia há bem pouco tempo como apenas masculino.