Já são conhecidos os nomes dos filmes em competição do 70.º Festival de Berlim. Entre eles, Berlin Alexanderplatz de Burhan Qurbani e protagonizado por Welket Bungé.

Segundo o festival alemão, neste 70.º aniversário a selecção dos filmes é mais competitiva e mais atenta do que os anos anteriores, com autores de renome que se vão estrear pela primeira vez no certame, onde filmes contemporâneos se misturam com filmes de ficção que dão um ar mais jovial ao festival e sem contar que não há “filmes Netflix.”

Berlin Alexanderplatz, de Burhan Qurbani, transpõe a história original (já transformada em longa-metragem pelo diretor alemão Phil Jutzi em 1931) para a atual ou moderna Berlim.

Francis (Welket Bungué), personagem principal de 30 anos, é um refugiado da Guiné-Bissau que se encontra na capital alemã depois de atravessar ilegalmente o Mediterrâneo num barco – acabando como o único sobrevivente da viagem. Em terras alemãs, Fracis é confrontando com a realidade e percebe rapidamente que ganhar uma vida honesta como refugiado sem documentos é praticamente impossível.

O personagem antes de tudo, esforça-se para permanecer no caminho certo, mesmo depois de conhecer o obscuro mundo do tráfico e o traficante de drogas alemão Reinhold (Albrecht Schuch), mas os dois homens estão “unidos por um destino cínico e um magnetismo destrutivo, amizade e traição, ódio e um erotismo sombrio. Assim como pelo amor e pelo abuso desse amor” explicou Quarbani à TFL AdaptLab.

Welket Bungué - "Berlin Alexanderplatz" de Burhan Qurbani
Cena de Welket Bungué em “Berlin Alexanderplatz” de Burhan Qurbani

Kelly Reichardt, Abel Ferrara, Christian Petzold, Hong Song-soo, Philippe Garrel, Rithy Panh, Tsai Ming-Liang e Burhan Qurbani — são alguns dos nomes que concorrem ao prémio, divulgados na conferência de imprensa em Berlim que teve lugar no dia 29 de janeiro.

Entre 20 de fevereiro a 1 de março, serão ao todo 16 estreias mundiais e duas estreias internacionais que farão parte da competição oficial do festival alemão, que nesta edição está sob a nova direcção de Mariette Rissenbaek e Carlo Chatrian.

Em dezembro de 2019, Welket Bungué, ator luso-guineense, foi premiado com um “Angela Award – On The Move”, devido às suas várias prestações em vários filmes internacionais como Bastien, Joaquim, Corpo Elétrico, Arriaga, Terra Amarela, e também pela sua estreia como protagonista numa longa-metragem, no filme alemão “Berlin Alexanderplatz” de Burhan Quarbani.