Já está disponível Consumi Amor, o EP de estreia de Kid Robinn, rapper do bairro da Jamaica, na Margem Sul do rio Tejo.

“Consumi Amor” estreou-se nas plataformas digitais com 6 faixas. As colaborações vocais são de Seco B, Ricco, Cláudia Oliveira e produção de nomes como Dizzle d Beats, Lee, Certi Beats, EIBYONDATRACK, Ryini Beats e muito mais.

Neste primeiro trabalho a solo, o rapper de 21 anos ainda procura a sua afirmação como MC e entre o seu público. Nessa senda, absorve tudo o que pode. Nas suas palavras, “qualquer ocasião serve para aprender”.

Kid Robin é filho de um dos artistas do grupo Jovens do Hungo, banda de referência da música popular em Angola, que tinha como membro o pai de Kid.

“Ele fez com que as músicas do grupo estivessem presentes na minha vida e dos meus irmãos, colocando o som alto por toda a casa”. Eram clássicos do Brasil, Angola, São Tomé e por aí fora”, explicou-nos. “Hoje, tento tirar vantagem do jeito que cresci, com a música e instrumentos que tive perto de mim”, como explico numa entrevista na BANTUMEN.

Dentro do hip hop, Kid tem como influência a Força Suprema, Deezy e Monsta. “Eles são talvez os principais culpados de eu ser o que sou hoje”, devido às letras inspiradoras e pela Dope Muzik ser a prova viva de que todos podemos ser o que quisermos, basta querer.

O EP Consumi Amor está disponível em todas as plataformas de streaming e também é um dos convidados do podcast Ego-Trip que vai ao ar em Março deste ano.

DOWNLOAD