NGA e Prodígio subiram ao palco do Cine Atlântico para apresentar o álbum Filho das Ruas 2 e Castelos, lançados em 2018 e 2019, respetivamente.

No palco, além da energia incansável de ambos, pudemos assistir também às atuações de Dji Tafinha, Dj O’Mix e Tyro Colombiano. A realçar, as ausências inesperadas de Masta e Dj Ritchelly.

Dividido em duas partes, o evento começou com Tyro Colombiano com uma prestação eletrizante que agitou o público. Em seguida, Prodígio entrou em cena para interpretar a sua parte de “Ta a Brinká com Kem?”. Com o público já em êxtase, entra NGA em palco para atuar ao lado do seu “filho”.

Don G juntou-se entretanto à dupla, que subiu em cena agradecendo a presença do público e garantido que aquela seria uma “noite memorável”.

A segunda parte do evento foi marcada pela substituição dos “pratos do DJ” pela banda que acompanhou os rappers até ao final do show.
Chegada a hora de “Homens Não Choram”, com a prestação de Anna Joyce, o ambiente continuava melancolicamente vibrante com NGA a cantar “Tatuagens, Lágrimas e Cicatrizes”.

Na euforia do pós concerto, NGA e Prodígio revelaram sentirem-se de “missão cumprida” e “bastante felizes” com o que fizeram em palco e com o retorno do público. Por sua vez, Don G afirmou que esta foi “uma noite memorável” e aproveitou para nos confirmar que o seu álbum Guerreiro já está em processo de masterização e que será vendida em Luanda brevemente.

Os próximos shows do grupo Força Suprema estão marcados para Portugal, no dia 9 de maio no Coliseu de Lisboa e dia 16 no Hard Club, no Porto.

Carrego a cultura kimbundu nas veias. A minha angolanidade está presente a cada palavra proferida. Sou apologista de que a conversa pode mudar o mundo pois a guerra surgiu também de uma. O meu mantra é "o conhecimento gera libertação e libertação gera paz mental, portanto, não seja recluso da ignorância".