Já é oficial. Vem aí a segunda edição dos PLAY – Prémios da Música Portuguesa, e já foram também divulgado os nomes dos nomeados.

Esta quinta-feira já tínhamos escrito sobre João Batista Coelho, mais conhecido como Slow J, que vai marcar presença no dia 17 de julho no palco principal do festival Super Bock Super Rock, e agora, ficamos a saber que o rapaz de Setúbal lidera a corrida aos PLAY, juntamente com o grupo Capitão Fausto, com três nomeações cada.

Com poucos meses de vida, You Are Forgiven, desde que saiu, tem causado reações acima do esperado, o que faz com que seja um dos candidatos favoritos nas categorias de Melhor Artista Masculino, Melhor Álbum e Vodafone Canção do Ano – com a música em colaboração com Sara Tavares “Também Sonhar”.

Um nome que também não nos é estranho é Profjam, que, no ano passado, esteve nomeado a Melhor Canção – que perdeu para Valas. Nesta segunda edição dos PLAY, o seu primeiro álbum de originais, #FFFFFF (branco), está nomeado para Melhor Álbum. Essa nomeação acontece depois do rapper divulgar que #000000 (preto), o contraste do seu álbum de estreia, vai chegar aos grandes ecrãs. O Cinema Ideal, em Lisboa e o Cinema Trindade, no Porto, receberam desde 12 de fevereiro o filme com o tempo de duração de aproximadamente 30 minutos, com Mário Cotrim na representação.

Mas não é só isso, Profjam ainda pode ganhar mais um prémio, devido à sua participação no tema de Branko, intitulado de “Hear From You”, nomeado para Melhor Videoclipe.

Depois de um 2019 cheio de força e um início de 2020 com duas músicas lançadas que já contam com três milhões de visualizações, os Wet Bed Gang também estão na corrida aos prémios com o tema “Bairro”, e “Bússola”, de Nenny, pela Canção do Ano.

Nenny, que se tornou no furacão versátil da música cantada em português ou a “filha dos filhos do Rossi”, tem mostrado que sabe bem como fazer o seu caminho, todos os temas que lança tornam-se hits cantados por quase todos. Citando Júlio César em 47 a.C.. quando saiu vitorioso sobre Fárnaces II do Ponto na Batalha de Zela, “Veni, vidi, vinci”. Traduzindo para português: Vim, vi, venci. É o que espera a jovem Nenny, candidata na categoria Artista Revelação.

Expensive Soul, Blaya, Murta também fazem parte da lista de nomeações.

Esta segunda edição terá transmissão televisiva na RTP 1, em directo do Coliseu dos Recreios em Lisboa, no dia 25 de Março de 2020 às 21h. Durante essa noite vão ser premiados 13 artistas.

NOMEADOS
Melhor Grupo 

Capitão Fausto
Expensive Soul
Mão Morta
The Gift

Melhor Artista Masculino
Diogo Piçarra
Fernando Daniel
Salvador Sobral
Slow J 

Melhor Artista Feminino 
Aldina Duarte
Ana Bacalhau
Blaya
Lena D’Água

Melhor Álbum 
“Aqui Está-se Sossegado” – Camané & Mário Laginha
“A Invenção do Dia Claro” – Capitão Fausto
“#FFFFFF” Profjam
“You are forgiven” – Slow J

Melhor Álbum Fado
“Aqui Está-se Sossegado” – Camané & Mário Laginha
“Respeitosa Mente” – Ricardo Ribeiro
“Roubados” – Aldina Duarte
“Um Fado ao Contrário” – Pedro Moutinho

Vodafone Canção do Ano 
“Amor, a nossa vida” – Capitão Fausto
“Bairro” – Wet Bed Gang
“Bússola” – Nenny
“Também sonhar” – Slow J 

Prémio Lusofonia
“Menina Solta” – Giulia Be
“Sonhos” – Tainá
“Um Pôr do Sol na Praia – Silva & Ludmilla
“Terremoto” – Anitta & Kevinho

Melhor Videoclipe 
“Catavento da Sé” – António Zambujo
“Hear from You” – Branko, Sango, Cosima, ProfJam
“Grande Festa” – Lena D’Água
“Verão” – The Gift

Artista Revelação
Bárbara Tinoco
Murta
Nenny
Tiago Nacarato