Boss Proud fala sobre mixtape “Concorrência Vol.2”

"Concorrência" tem 12 faixas e as participações dos angolanos Delcio Dollar e Braúlio ZP e os portugueses Dysae e Yung Mo.

Boss Proud acaba de disponibilizar a sequela da mixtape lançanda em 2017. “Concorrência” tem 12 faixas e as participações dos angolanos Delcio Dollar e Braúlio ZP e os portugueses Dysae e Yung Mo.

O rapper visitou-nos nas instalações da Flux Sla, onde a equipa da BANTUMEN tem gravado os podcasts, para participar no terceiro episódio da terceira temporada de BANTUMENPodcasts.

Proud , 27 anos, falou-nos da essência desta mixtape que passa pela ira, competição e os sentimentos mais profundos do artista.

“Este é um projeto para a concorrência dentro do rap lusófono e o espírito de competição e batalha encontram-se muito presentes, através dos ritmos pesados e energéticos, com vozes e contributos de cantores e produtores lusófonos, uma mistura de experiências e influências. É um LP sem fronteiras, tal como eu sou”, conclui o artista.

O episódio está disponível em vídeo no canal de YouTube da BANTUMEN , mas também nas diversas plataformas de podcasts como Spotify, Soundcloud ou Apple Podcasts

Boss Proud também partilhou connosco as experiências que viveu em Angola, onde esteve por duas vezes no ano passado. Primeiro para o festival Inter Colegial e agora nos últimos meses de 2019 para alguns concerto privados.

Foi também em Angola que gravou algumas das faixas que fazem-se presentes nesta mixtape, como por exemplo a colaboração com Braúlio ZP e Delcio Dollar.

O percurso de Boss Proud tem uma passagem pela “Classic Family”, onde tinha como parceiros Mr. Abu Dhabi “Tutinho” e Tutu BigHomie, passou também pela Máfia73 de Demme, Kush, Dvrki e T-Rex. Apesar da separação, com estes últimos o rapper afirma manter uma ligação de amizade dentro e fora dos estúdios.

Nós últimos dois anos, juntou-se a Dysae e fundaram LaRoc Muzik, que conta entre os seus membros Aragão e Basso.

Na produção da mixtape estão nomes como Syndrome, Yung Mo e destaque para o jovem produtor da província de Huambo em Angola Wonderbeats.