Amantes da National Basketball Association (NBA) de certeza que já ouviram falar de Zion Williamson.

Desde o ensino secundário que Zion Williamson, de apenas 19 anos, tem se destacado, prova disso é que foi a primeira escolha pelos New Orleans Pelicans no Draft ’19, o mesmo em que saiu o primeiro angolano a jogar na liga norte-americana, Bruno Fernando.

Com uma altura de 1.98 metros, 128 kilos, descrito pela sua força e ferocidade dentro das quatro linhas, o “Hulk” dos Pelicans não brinca quando o assunto é trabalho e superar-se a cada jogo.

O “puto sensação” da NBA 2019\2020, que ocupa a posição de extremo-poste, fez história na mesma liga batendo o recorde de 24 pontos no jogo entre a sua equipa e os Cleveland Cavaliers. O jogador tornou-se assim o primeiro com menos 20 anos a fazer 20 pontos em dez jogos consecutivos.

Segundo a ESPN Stats & Info, o recorde antigo pertencia a Carmelo Anthony, que em 2003 fez 20 pontos em 9 jogos com a mesma idade atual de Zion.

Dizem os amantes de basquetebol que, desde que entrou LeBron James em 2003, nunca mais um jogador recebeu tanto “hype” antes da temporada. Zion com o seu jeito calmo em campo, porém explosivo quando tem a bola em sua posse, passa a ser um dos jogadores estrela desta época.

Na madrugada de dia 1 de março, os Los Angeles Lakers defrontaram os New Orleans Pelicans, tendo vencido por 122 a 114.

Durante o jogo teve um duelo forte entre LeBron e Zion, que competiram animadamente e acabaram por se tornar nos maiores pontuadores da noite em cada lado. LeBron fez 34 pontos, 12 ressaltos e 13 assistências e Zion Williamson fez 35 pontos, 7 ressaltos e sem nenhuma assistência.

O próximo jogo dos New Orleans Pelicans está marcado para o dia 4 de março, contra os Minnesota Timberwolves.

Carrego a cultura kimbundu nas veias. A minha angolanidade está presente a cada palavra proferida. Sou apologista de que a conversa pode mudar o mundo pois a guerra surgiu também de uma. O meu mantra é "o conhecimento gera libertação e libertação gera paz mental, portanto, não seja recluso da ignorância".