Para quem anda distraído e ainda não ouviu falar de Yolanda Tati, aqui vai um resumo: comunicadora, produtora de conteúdo, engenheira petrolífera, empreendedora que já foi dona de um hostel, locutora de rádio e, agora, criadora de uma marca de roupa.

A Champagne Mama é uma brand capaz de revigorar as almas mais pasmaceiras, com os seus tons vibrantes e silhuetas vintage. O que é bem à imagem do que acontece quando Yolanda entra numa sala. Outro ponto forte é o factor inclusão. Esta é uma marca para todas.

Champagne Mama reflete a minha essência, a minha forma de estar na vida. É uma marca irreverente, divertida, confortável e sem regras. Foi pensada para todas as Power Mamas [“miúdas poderosas”] que se expressam com a irreverência da cor e na diversão de padrões, conjugados de forma espontânea, em pura poesia”, explica.

Numa entrevista a uma publicação online, Yolanda indica que foi impulsionada a criar a marca pelos seus seguidores.

“Foi-se tornando algo imperativo, na medida em que me apercebia da ressonância que o meu estilo tem sobre quem me acompanha”, revela, acrescentando: “A moda sempre foi parte de mim, não o meu principal foco, até ao momento – mas sempre foi um caminho divertido para aquilo que mais amo fazer: expressar-me.”

A linha é composta por uma seleção de macacões vintage coloridos, com a estética oversized dos anos 90, mas também algumas camisas largas características dessa década, muito inspiradas nos looks cool de Will Smith na série “O Príncipe de Bel-Air“.

Relembra aqui uma das entrevistas da BANTUMEN à criadora da Champagne Mama.