No mês da Mulher, começamos os mais clicados com cinco mulheres que estão a dar cartas no hip hop luso. No segundo lugar do top fica Anselmo Ralph com o anúncio do seu novo projeto, segue-se Carlos Injai e a sua medalha de ouro Abu Dhabi Grand Slam World Tour; a entrevista ao 283 Gang e o perfil do rapper moçambicano, Neovaldo Paulo.

1 – 5 mulheres do hip hop lusófono que deverias ouvir todos os dias

A ideia do Dia Internacional da Mulher começou nos Estados Unidos, depois do Partido Socialista sugerir organizar o Dia da Mulher. Em 1910, em Copenhaga, na Dinamarca, a professora e jornalista alemã Clara Zetkin sugeriu que esta data fosse comemorada todos os anos.

2 – Anselmo Ralph tem novo álbum a caminho

Para quem sentia saudades do senhor Cupido aka Anselmo Ralph e as suas músicas, já pode matar as saudades no dia 21 de Março, data em que vai lançar um novo álbum.

3 – Jiu-Jitsu: Carlos Injai vence medalha de ouro pela Guiné-Bissau e classifica-se em 35.° a nível mundial

Carlos Injai é o detentor da mais recente medalha de ouro da Guiné-Bissau. O atleta foi o grande vencedor do Abu Dhabi Grand Slam World Tour Jiu-Jitsu, na categoria peso meio-pesado, 85kg.

4 – 283 Gang, os percursores do Drill em Portugal

Do Barreiro para o mundo, a 283 Gang é a crew que surgiu como um clube da Championship que não chateia ninguém da Premier League, mas mesmo assim está prestes a vencer a taça da Inglaterra “The FA Cup”.

5 – Neovaldo Paulo, o “Novo Monarca” do rap moçambicano

Dizem alguns sábios que o nosso nome representa o que somos. Neovaldo é um nome composto por Neo e Valdo, de origens grega e do latim respectivamente, e que significam novo monarca. É deste artista moçambicano que vamos falar neste texto.