Dizem que um dos ingredientes necessários para se manter a consistência musical é a originalidade e a habilidade de conseguir adaptar-se às evoluções que o mundo musical atravessa.

Com 18 anos de carreira repletos de hits, dentro e fora de Angola, Anabela Etianeth Ferreira Bento ou simplesmente Noite Dia, é a kudurista que no mercado angolano ainda permanece de pé.

Noite Dia, além das suas músicas, é conhecida pela sua atitude em palco e a sua capacidade de improviso, que em Angola também é chamado de “adoço”.

É chamada de “Rainha do Kuduro” pelos fãs, admiradores, colegas de profissão, alguns críticos musicais e também por apreciadores de kuduro, por todos os anos lançar sempre músicas que acabam invadir as rádios e televisões do país.

Desde o lançamento de “Kibeixa”, com Puto Prata, que a kudurista foi ascendendo cada vez mais e, com o passar do tempo, a sua evolução artística foi sendo cada vez mais notória e acabou por colocar Noite na lista das kuduristas mais respeitadas e premiadas de Angola.

Todo o mundo sabe que todas as carreiras musicais têm momentos altos e baixos, com Noite Dia não foi diferente. Em 2018, Noite Dia quase colocou fim à sua carreira mas, a pedido dos fãs, a cantora retornou aos palcos, e com mais garra.

O sucesso fora de Angola é refletido pela quantidade de profissionais de dança que se identificam com a sonoridade da angolana, acabando por criarem coreografias que também incluem os passos de dança como “abre o livro” e “olha o fogareiro” que, além das músicas, igualmente têm o toque de criação da cantora e dos seus bailarinos.

A kudurista coleciona hits como “Ta queimar”, “Olha o fogareiro”, “Lhe avança”, ” Abre o livro”, “Capota” e muitos outros. Já trabalhou com artistas como Preto Show, Biura, Agre-G, Puto Prata e muito mais.

Acredita, a obra é um reflexo claro da evolução e maturidade da artista, mas sempre com algumas “dicas” de forma a marcar o seu terreno e impor respeito.

Na obra, a cantora reuniu três produtores que atualmente são considerados os melhores de Afro-House e Kuduro em Angola, trata-se de Dj Aka M, Dj Vado Poster e Dj Habias, autores de “Puxa Calça”, “o Pintin” e “Wataão” respetivamente.

Algumas composições do EP contaram com a participação do kudurista Dadox e Jorge Rey da Selva e Noite Dia convidou ainda a cantora Natália Pedro, Piploy Pipas e a moçambicanas Lizha James.

Carrego a cultura kimbundu nas veias. A minha angolanidade está presente a cada palavra proferida. Sou apologista de que a conversa pode mudar o mundo pois a guerra surgiu também de uma. O meu mantra é "o conhecimento gera libertação e libertação gera paz mental, portanto, não seja recluso da ignorância".