Medicação é a utilização de medicamentos ou de outros procedimentos de carácter medicamentoso, tendo em conta uma indicação ou orientação especializada.

Mas não vamos aqui falar de medicina propriamente dita, tampouco de medicamentos. Vamos falar de outro tipo de terapia espiritual, a música, mais propriamente a criada por Medickation, um rapper angolano que mostrou a sua arte muito cedo no seio familiar.

Tendo sido destacado como um dos seis nomes angolanos que temos de conhecer em 2020, Medickation falou-nos em exclusivo, em Luanda, de como tem trilhado a sua carreira.

Com a sua calma em responder às questões, Medickation mostrou ser um rapper que sabe o que quer, para onde deseja ir e que reúne condições possíveis para fazer acontecer.

Fruto do seu esforço e do seu team, a Kissange Empire, resultou o vídeo oficial da música “Too Much”, extraída do EP Vênus.

O rapper falou sobre a admiração que sente por alguns cantores da sua geração, não deixando de mencionar também as suas influências musicais, que são muito diferentes daquilo que lhe é apresentado frequentemente.

Dizem alguns artistas nacionais que o mercado angolano tem um acesso bastante restrito. Reclamações são quase constantemente levantadas com relação ao assunto, principalmente os artistas da nova geração, que questionam a falta de oportunidade dentro da música em Angola, e MED acabou por tocar neste mesmo tema.

MED possui uma discografia interessante, cantada em português, inglês e os instrumentais que utiliza são melódicos e catalisadores da nossa atenção.

A primeira obra lançada pelo artista foi o EP Neptune, que é constituído por três faixas, todas sem participações e com uma abordagem muito própria.

Depois, Medickation lançou uma segunda obra. Vênus é um EP parecido com o primeiro trabalho do artista, porém, mais maduro e bem mais melódico.

O trabalho conta com a participação de Midas, ZaraMan, Kakarot e GePablo, que também é o seu produtor.

A sua última obra intitula-se “Friday Drug“, foi lançada no início de 2020 e conta com a participação de Darling Yo, artista nigeriano residente na África do Sul.

A conversa na íntegra está disponível no canal do YouTube da BANTUMEN, em vídeo.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Carrego a cultura kimbundu nas veias. A minha angolanidade está presente a cada palavra proferida. Sou apologista de que a conversa pode mudar o mundo pois a guerra surgiu também de uma. O meu mantra é "o conhecimento gera libertação e libertação gera paz mental, portanto, não seja recluso da ignorância".