Numa altura em que o mundo noticioso está assoberbado com a pandemia do coronavírus, uma boa notícia é sempre bem-vinda. O ex-jogador de futebol da equipa holandesa, Ajax, Abdelhak  Nouri acordou milagrosamente depois de passar dois anos e nove meses em coma.

O jogador de origem marroquina tinha 20 anos quando, durante uma partida de futebol, a 17 de julho de 2017, sofreu um ataque de arritmia, causando danos cerebrais e deixando-o em coma.

Abderrahim, irmão de Abdelhak disse ao jornal holandês Dutch Newspaper, que Appie, como é carinhosamente chamado pela família e amigos, está bem.

“Ele está consciente, dorme, come, mas não sai da cama. Nos bons momentos, ele tem uma forma de se comunicar, com as sobrancelhas”, disse o irmão à publicação. Contudo, mesmo comunicar mexendo as sobrancelhas parece quase ser um desporto de alto nível para ele. o Apple sabe onde está. É bom para ele estar num ambiente familiar, com a sua família. Falamos com ele e integramo-lo nas nossas conversas e vemos futebol com ele”, explicou Abderrahim.

Abdelhak foi considerado uma jovem promessa para o clube holandês, chegando à equipa sénior aos 19 anos. Participou em 15 partidas pelo Ajax.

Recorde-se que Nouri viu a sua carreira terminada devido a este infortúnio que colocou a sua vida em risco. No momento do incidente, o jovem preparava-se para começar a sua segunda temporada na equipa principal do Ajax, depois de se ter estreado no mesmo jogo que jogadores como Frenkie de Jong e De Ligt.