Sila Dunque é um jovem inventor guineense, que tem levado a cabo projetos insólitos, que podem vir a ser uma mais valia para as comunidades onde a falta de energia é uma constante.

Com 31 anos, o “pequeno cientista, como é conhecido, já construiu de raiz rádios, TVs, telefones, carros, computadores, geradores alternativos e até lâmpadas que funcionam com urina.

Num vídeo divulgado pela DW África, Sila apresenta ao público quatro invenções, em que a primeira é um gerado, desenvolvido em fevereiro deste ano, que trabalha somente a vinho de cajú e que pode carregar baterias e telemóveis. Segue-se um carro-canoa telecomando através de uma luvas, lâmpadas que se acedem com recurso a um recipiente com urina e um gerador que funciona com sumo de limão. Este último foi demonstrado num festival de invenções e tecnologias no Senegal.

Sila contou que desde miúdo, no bairro, pediam-lhe para reparar rádios, televisões, entre outros, e assim ia conhecendo os materiais e como funcionavam. Atualmente, a sua especialidade é trabalhar com dínamos (um aparelho que gere corrente contínua). “Quem conhece os dínamos, está em condições de gerar eletricidade”, explicou o próprio.

Não querendo detalhar o seu processo de construção, “porque são segredos” do ofício, Sila acredita que se tivesse apoios seria um grande inventor em África.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.