“Game Over” é a segunda mixtape apresentada por King 2M no início do mês. O artista aproveitou explicar sobre como entrou para o mundo musical e o que realmente representa a música para si.

Manuel Caetano Rocha Nzambi é King 2M no mundo da música. Com 13 anos começou a interessar-se pela música e, por influência da família religiosa, passou a fazer parte de um grupo coral. Contudo, acabou por perder o interesse porque não era a sua vibe e porque não tinha margem de manobra para explorar os seus limites.

Foi no ensino secundário que 2M “sentiu” a musicalidade de Toy Toy T-Rex e começou a sentir-se inspirado para dar largas à sua criatividade.

Entretanto, a sua irmã acabou também por ser uma das suas grandes fontes de inspiração. “Se minha irmã não fosse poetisa, eu estaria longe de ser quem sou hoje”, disse o artista.

Apesar do talento e da vontade de criar, dentro do rap game, 2M confessou que o mais difícil foi a falta de apoio. Passando “alguns dias sem ter praticamente nada para comer” e mesmo assim investiu o pouco que tinha na música. “Senti que, por mais que me sacrificasse, as pessoas chegavam a descartar-me mesmo sem parar para olhar para o work com a mínima atenção. Isso matou-me por momentos e nessa depressão percebi que, se ninguém queria apostar em mim, eu mesmo tinha que ter uma atitude e começar a fazer por mim. Evoluir por mim e não pelo o que os outros achavam”, explicou.

King tem influências de estilos como R&B, Rock Alternativo e Afroswing e mistura na sua musicalidade a identidade de Michael Jackson, Pan!c At The Disco, Chris Brown, Supa Squad e Toy Toy T-Rex. Estes dois últimos são os artistas com que 2M gostaria trabalhar.

King 2M sente que tem “dado passos largos em termos de criação” e divulgação do seu trabalho. A paciência é uma das suas virtudes. “Passo a passo chegaremos ao destinado desejado”.

O artista já tem duas mixtapes, a primeira com o título 21 e a mais recente é “Game Over”. Comparando, esta última mixtape “traz uma mudança de vibes e pensamento” em relação a 21.

Em “Game Over”, 2M contou-nos que pensou “detalhadamente em cada som”, sentindo-se satisfeito com o resultado final.

A obra conta com nove faixas e com os instrumentais de Dj Lua, Dj Bruno Leandro, Prod, Pacific, Laykx Prod, Heavy Keyzz x TOKYOSZN, MidlowBeats , MohGotJuice, Arum Beats e CERTIBEATS.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Carrego a cultura kimbundu nas veias. A minha angolanidade está presente a cada palavra proferida. Sou apologista de que a conversa pode mudar o mundo pois a guerra surgiu também de uma. O meu mantra é "o conhecimento gera libertação e libertação gera paz mental, portanto, não seja recluso da ignorância".