A nona edição da feira Arco Lisboa realiza-se num formato digital, até ao dia 14 de junho, e conta com a exposição de obras de artistas angolanos e moçambicanos.

Representados pela galeria Movart, Keyezua e Thó Simões de Angola, Mário Macilau de Moçambique e Rita Gt de Portugal vão expor de forma colectiva na secção “África em Foco”.

Como convidados especiais, a Movart leva ainda ao evento digital pela primeira vez Emo de Medeiros do Benin, Ilídio Candja Candja de Moçambique, Kwame Sousa de São Tomé e Príncipe, Adetomiwa Gbadebo e Stephen Tayo da Nigéria, Sethembile Msezane da África do Sul e Tabi Bonney do Togo.

Voir cette publication sur Instagram

Keyezua is an artist who explores the African renaissance as a contemporary storyteller. Royal Generation is a photography project that uses the image of a young woman wearing handmade clothing made from raw materials, using ancient basket weaving techniques. Asking, "how is Angolan Design developed today?" Royal Generation is exhibited at Untitled – Virtual Show l. Link in bio @movart_ao ————————— Keyezua é uma artista que explora o renascimento africano como uma contadora de histórias contemporânea. Royal Generation é um projeto de fotografia que usa a imagem de uma jovem vestindo roupas artesanais feitas de matérias-primas, utilizando técnicas antigas de tecelagem de cestos. Perguntando, “como é desenvolvido o Design Angolano hoje?” Royal Generation está exposta na Untitled – Virtual Show l. Link na bio @movart_ao / @iamkeyezua #movart #contemporaryart #contemporaryafricanart #contemporaryafricanartist #angolanartist #privatecollectors #artcollectors #artcollection #collector #contemporaryafricanart #installation #artlovers #artexhibition #artcurator #art #artist #artsy #artistsweekbymovart #artkeepsgoing #virtualexhibition #keyezua #photography

Une publication partagée par MOVART gallery|ContemporaryArt (@movart_ao) le

Entre fotografia e pintura, o público poderá ver nesta edição as mais recentes obras e séries dos artistas, representando cenas do quotidiano, questionamentos e reflexões culturais, através de retratos de diferentes realidades do continente africano.

A ARCOlisboa online edition vai estar disponível até 14 de junho, através do site arcolisboa.com em parceria com a plataforma artsy.net, apresentando e comercializando obras das galerias selecionadas pelo Comité Organizador da feira e pelos comissários das secções Opening e África em Foco.

A esta vertente, juntam-se como já é habito – ainda que em formato digital –  outras ações, como um programa de conversas entre profissionais do meio, que promete ligar a cena artística portuguesa e africana a uma audiência nacional e internacional.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.