A semana dos artigos mais clicados do mês de junho é marcada pelo lançamento do single de Nelson Freitas intitulado “Dpos d’Quarentena”; seguido da história da cantora Libra que trocou a ciência pela arte musical; a conversa de Pekagboom sobre o lançamento de seu EP deu-lhe o terceiro lugar; o single de Kombat em homenagem a Mota Jr em quarto; e a conversa de Mag Na Track sobre a preparação de sua nova mixtape intitulada “18 Minutos de Exercício” por último.

1- Nelson Freitas diz o que quer em “Dpos d’Quarentena”

O vírus continua a operar e as medidas de proteção continuam a prevalecer mas já ninguém quer saber do confinamento. Podemos voltar a fazer planos, pelo menos a curto prazo e é nessa vibe que surge “Dpos d’Quarentena”, de Nelson Freitas.

A música é uma ode à nossa “nova” liberdade, em que Nelson explica à sua amada o que deseja fazer depois desta pandemia.

2- Libra, que tem em si toda a música do mundo, desistiu da Farmácia Biomédica para correr atrás do seu sonho

Com raízes cabo-verdianas e angolanas, mas com o seu cordão umbilical em terra de Camões, Libra entrou no mundo da música a estudar Piano Clássico, no Conservatório de Música de Sintra, tendo largado essa trajetória por “influências tradicionalistas” e passou a cursar Farmácia Biomédica em Coimbra. Contudo, a música é como uma droga, em abstinência, o corpo e a mente acusam a dependência.

3- “Rappers que ostentam é tipo comida rápida que engana os olhos”, Pekagboom

Pekagboom aka Paixão, Espirito, Koração, Amado, Grande, Bomba, é um rapper nasceu a 5 de Fevereiro de 1985, em Luanda, Angola, mas foi em São Tomé e Príncipe que viveu a sua infância e adolescência.

A maior parte dos seus trabalhos são de intervenção, abordando temas de cariz social e político, como as desigualdades sociais, racismo, direitos humanos e corrupção.

4- Imortal é o single de Kombat em homenagem a Mota Jr.

Kombat acaba de lançar nova música, “Imortal”, que é uma homenagem ao amigo Mota Jr, o rapper assassinado em março em Portugal. O single foi disponibilizado no YouTube.

5- “Venho de uma escola em que era fundamental passar um conteúdo mais rico”, Mag Na Track

Mag Na Track é um rapper angolano natural de Luanda, apaixonado confesso pela cultura Hip Hop e que expressa a sua criatividade dentro do rap.

Com 31 anos, Venceslau Cristóvão, o seu nome de registo, começou a dar oficialmente os primeiros passos na música com a mixtape De Corpo e Alma, em 2014, mas foi com a música “Factos Reais (Você Decide)” que ganhou o reconhecimento do público.