O WhatsApp tem um novo recurso que pode ser uma mais valia para os seus utilizadores, pelo menos no Brasil, o único país onde a atualização já está disponível. Agora, é possível efetuar pagamentos, enviar e receber dinheiro através da app.

Os pagamentos feitos pelo WhatsApp são oferecidos pelo Facebook Pay e a empresa de Zuckerberg adianta que a ideia é, no futuro, “usar os mesmos dados de pagamento em toda a família de aplicativos do Facebook”.

Para já, esta nova opção quer facilitar as transações entre pessoas físicas e pequenas empresas. Trata-se de um recurso que irá permitir “enviar dinheiro com segurança e fazer pagamentos no comércio local diretamente em suas conversas no WhatsApp”.

Neste momento, serão aceitos cartões de débito e crédito das bandeiras Visa e Mastercard emitidos pelo Banco do Brasil, Nubank e Sicredi. A empresa reforça que o modelo de programa “é aberto e facilita a entrada de mais participantes no futuro”.

Todos os pagamentos feitos na plataforma serão processados pela Cielo. A novidade, que é válida tanto para usuários comuns, também está disponível no WhatsApp Business – para pequenas empresas, comércios locais, transações rápidas e outros.

Quanto à segurança, o Whatsapp esclarece que antes de fazer pagamentos “será necessário informar um PIN de 6 dígitos” ou também usar dados biométricos para autorizar as transações.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Sabias que com a tua contribuição podes ajudar a BANTUMEN a crescer? O nosso objetivo é criar uma narrativa de empoderamento da comunidade urbana lusófona e tu podes fazer parte deste processo. Inscreve-te no Patreon e faz a tua parte! Lembra-te da filosofia Ubuntu: “eu sou porque nós somos”.

Carrego a cultura kimbundu nas veias. A minha angolanidade está presente a cada palavra proferida. Sou apologista de que a conversa pode mudar o mundo pois a guerra surgiu também de uma. O meu mantra é "o conhecimento gera libertação e libertação gera paz mental, portanto, não seja recluso da ignorância".