aqui falámos sobre o projeto de Akon de contruir uma cidade futurista na sua terra natal, o Senegal.

O cantor norte-americano, nascido no Senegal, anunciou no Instagram no início de 2020 que era oficialmente o proprietário de uma nova cidade no seu país de origem. Akon City será uma cidade totalmente autónoma, parcialmente financiada pelo turismo, de acordo com o governo senegalês.

O objetivo é desenvolver os ativos do Senegal para turistas de todo o mundo e, assim, impulsionar a economia local. Para atingir os seus objetivos, o rapper disse na terça-feira, 16 de junho, que nada menos que seis mil milhões de dólares seriam investidos pela empresa de engenharia KE International no seu projeto revolucionário.

Além do desenvolvimento do turismo, a cidade também deve permitir uma experiência sem precedentes em termos de trocas financeiras. A moeda usada localmente será a Akoin, uma criptomoeda criada pelo artista e empresário para ajudar as moedas africanas a se estabilizarem como um todo. O objetivo de Akon é relançar algumas moedas africanas, “apodrecidas” pela inflação e pela corrupção.

A construção da cidade, no entanto, terá que ser feita em várias etapas. Até 2023, as estradas, um hospital, um centro comercial, uma delegacia de polícia, uma estação de tratamento de resíduos, uma escola e uma fábrica devem ser construídas primeiro. Parques, universidades, um complexo desportivo e um estádio serão construídos até 2029. O último passo será a contratação de empresas que trabalharão na sua criptomoeda.

Akon trabalha neste projeto urbano moderno e turístico há um tempo. O artista já havia discutido as suas inteções com o presidente senegalês Macky Sall em 2018, quando este concedeu ao artista dois mil hectares de terra, perto do novo aeroporto internacional no Senegal.

Essa nova cidade é apenas uma das várias ações de Akon em África. O empresário também é o chefe da Lighting Africa, uma organização que ajuda a levar eletricidade a comunidades carentes e a encontrar soluções de energia.  A Akon Lighting America Initiative está a desenvolver energias renováveis ​​e competitivas nos Estados Unidos, a fim de investir os lucros no continente africano.

Numa entrevista com Nick Cannon, na rádio Power 106FM, em Los Angeles, Akon revelou a sua frustração com a falta de investimento dos seus colegas: “Se estás sentado com um bilhão de dólares no banco, quando há todas essas pessoas que estão a sofrer e a lutar pela sobrevivência, é completamente louco para mim.”

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Sabias que com a tua contribuição podes ajudar a BANTUMEN a crescer? O nosso objetivo é criar uma narrativa de empoderamento da comunidade negra lusófona e tu podes fazer parte deste processo. Inscreve-te no Patreon e faz a tua parte! Lembra-te da filosofia Ubuntu: “eu sou porque nós somos”.