Há anos que Jamie Foxx fala sobre a possibilidade de retratar o ex-pugilista Mike Tyson numa cinebiografia. Parece que agora é oficial. O ator vencedor de um Óscar vai mesmo “incarnar” um dos homens mais temidos de sempre num ringue, revelou a CNN.

“Fazer biografias é uma coisa difícil. Às vezes, são necessários 20 anos para fazê-lo, mas agora, oficialmente, conseguimos fazer a bola rolar”, disse Foxx num direto no Instagram, com o produtor de Hollywood Mark Birnbaum.

Foxx também revelou que já está a fazer uma preparação física para interpretar Mike Tyson, o mais jovem campeão de boxe dos pesos pesados ​​da história.

“Há alguns meses, começamos a jornada. A primeira, porém maior tarefa, é transformar o corpo. Com um regimento de flexões no chão e flexões na barra, começamos bem.”

Com o seu treino intensivo, Foxx garante que os fãs vão passar por ele na rua e confundi-lo com o próprio pugilista. “Garanto que vocês vão me encontrar na rua e pedir autógrafos e pensar que sou o Mike”.

Tyson ganhou o título de campeão do mundo em 1986, aos 20 anos, quando nocauteou Trevor Berbick, de 33 anos, em seis minutos.

“Sou o mais jovem campeão de boxe dos pesos pesados ​​da história e serei o mais velho”, disse Tyson ao árbitro após o combate.

Contudo, o último desejo acabou or não ser concretizado. Tyson já está na reforma, com 53 anos, e George Forman reina como o mais velho que já segurou o cinturão pesado, aos 45 anos, depois de derrotar Michael Moorer, que é quase duas décadas mais novo. O combate aconteceu em 1994.

Foxx, 52 anos, falou publicamente sobre interpretar Tyson já em 2015, numa entrevista à Hot 97 FM.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Sabias que com a tua contribuição podes ajudar a BANTUMEN a crescer? O nosso objetivo é criar uma narrativa de empoderamento da comunidade negra lusófona e tu podes fazer parte deste processo. Inscreve-te no Patreon e faz a tua parte! Lembra-te da filosofia Ubuntu: “eu sou porque nós somos”.