Os fãs de K-pop e utilizadores do TikTok são os grandes responsáveis pelo fiasco do primeiro comício eleitoral pós-covid-19 de Donal Trump. De um total de 19 mil lugares, apenas 6.200 foram ocupados, de acordo com a contagem dos bombeiros de Tulsa comunicados pela imprensa internacional.

Trump e o vice-presidente Mike Pense tiveram inclusive de cancelar um discurso que tinham preparado para o exterior do edifício, para os milhares de pessoas que não iriam conseguir um lugar no pavilhão BOK na cidade de Tulsa.

Nos vários vídeos do evento, vêem-se fileiras inteiras vazias e a organização atribuiu a culpa a “manifestantes radicias”. Os fãs de música pop coreana e utilizadores do TikTok já reivindicaram a acção.

A equipa de campanha do presidente norte-americano espera uma afluência de pelo menos um milhão de pessoas no evento gratuito. Contudo, segundo o jornal The New York Times, usuários do serviço chinês de partilha de vídeos TikTok e fãs de bandas pop coreanas (K-Pop) afirmam ter reservado centenas de milhares de ingressos.

Basicamente, logo depois de equipa eleitoral convidar os apoiantes da campanha a se registarem, os fãs de K-Pop pediram aos seus seguidores para se registarem no evento, sendo que estes não iriam comparecer.

Em seguida, a iniciativa foi adotada também no TikTok, onde vídeos explicavam como efetuar as reservas. A articulação transcorreu através da “Alt TikTok”, uma plataforma alternativa do serviço, explicou ao New York Times o youtuber Elijah Daniel, que participou da operação.

Para que o plano não viesse à tona antes da hora, diversos usuários apagaram as suas publicações pouco tempo depois, evitando que a iniciativa chegasse a outras plataformas ou à media.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Sabias que com a tua contribuição podes ajudar a BANTUMEN a crescer? O nosso objetivo é criar uma narrativa de empoderamento da comunidade negra lusófona e tu podes fazer parte deste processo. Inscreve-te no Patreon e faz a tua parte! Lembra-te da filosofia Ubuntu: “eu sou porque nós somos”.