System é uma prova de fé no poder da escrita, na capacidade de encaixe e na força de uma visão, numa sinergia entre ProfJam e benji. O projeto acaba de chegar às plataformas digitais esta quarta-feira, 15.

Com o selo da Think Music, há algum tempo que os dois artistas estavam a trabalhar em conjunto. “Era inevitável que os dois pilares da Think Music acabassem por unir esforços num projecto. E como Kanye West e Jay-Z em ‘Watch The Throne’ ou Future e Drake em ‘What a Time to Be Alive’, também esta dupla entendeu que da colisão dos seus particulares talentos teria que emergir algo de novo. ‘SYSTEM’ é o resultado dessa soma”, pode-se ler no comunicado enviado às redações.

“Badman ting” já tinha deixado, no verão passado, o aviso: o poder de fogo concentrado nesta dupla é considerável. benji foi, de forma não tão discreta quanto isso, afirmando a originalidade da sua postura e da sua escrita em vários temas soltos que causaram sobressaltos na Internet, tamanha a sua diferença. Mas os talentos de benji não se revelam apenas no microfone. Igualmente feroz enquanto produtor e técnico de som, foi criando batidas para rimas alheias e assinando em estúdio a pós-produção de muitos bangers que soam fortes nos auscultadores de muita gente graças às suas capacidades de mistura e masterização.

Prof e benji entenderam no início do ano que tinham ambos vontade de criar algo de novo para o calendário de 2020. A pandemia acabou por lhes dar o tempo de que necessitavam e tornar óbvio que faria todo o sentido unirem esforços e visões. A trabalharem em confinamento, cada um no seu respectivo quartel-general, os dois concentraram-se na escrita, forçando as respectivas fasquias a moverem-se para cima.

System são 11 batidas de primeira linha, maioritariamente criadas por benji price (Lazuli dá um contributo num dos momentos do álbum) e 11 sessões de rima em que fica claro que ambos os MCs estão interessados no avanço da sua arte. Há observações sobre a vida e o sucesso, sobre o game que ambos continuam a querer matar, sobre o futuro e os prazeres, sobre o autoconhecimento. “Entro num beat para me conhecer”, confirma, aliás, ProfJam em “ORIGAMI”, tema em que a dupla declara ter vindo para “dobrar papel”.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Sabias que com a tua contribuição podes ajudar a BANTUMEN a crescer? O nosso objetivo é criar uma narrativa de empoderamento da comunidade negra lusófona e tu podes fazer parte deste processo. Inscreve-te no Patreon e faz a tua parte! Lembra-te da filosofia Ubuntu: “eu sou porque nós somos”.