Black is King: o novo álbum visual de Beyoncé

Beyoncé tem novo projeto musical, que é também um filme, e é uma ode à experiência negra. Black is King vai estar disponível no dia 31 de julho na Disney+.

Escrito e realizado pela artista, a nova obra foi inspirada pelo remake d’O Rei Leão (2019), onde Beyoncé deu voz a Nala e participou ativamente na banda sonora com o disco The Lion King: The Gift.

Black is King, sublinham o conglomerado e a empresa Parkwood Entertainment, fundada por Beyoncé em 2008, é uma “recordação comemorativa da experiência negra” no mundo. Lançando um novo olhar sobre as lições d’O Rei Leão para “os jovens reis e as jovens rainhas de hoje que estão em busca das suas próprias coroas”, o projecto dá conta da “viagem transcendente” de um jovem rei, confrontando-se com um percurso marcado por “traição, amor e [a descoberta da sua] identidade”.

Os seus antepassados, continuam os representantes deste álbum visual, “guiam-no rumo ao seu destino”, e, graças aos “ensinamentos” do seu pai, o jovem rei consegue “conquistar as virtudes necessárias para reivindicar a sua casa e o seu trono”.

O filme está repleto de “lições intemporais …reveladas e reflectidas pelas vozes negras de hoje”, cada uma “dona do seu próprio poder”. Black is King corresponde a uma “afirmação de um grande propósito”, celebrando a cultura negra com toda a sua “resiliência”, a beleza da sua “tradição” e a sua “excelência”.

No dia 19 de Junho — data em que se celebra o Juneteenth – que assinala a libertação dos últimos escravos nos EUA —, Beyoncé lançou a música “BLACK PARADE”, escrita em parceria com o marido Jay-Z e, assim como Black is King, concentrada no empoderamento negro.

Beyoncé foi ainda galardoada neste domingo, 28 de Junho, com o Prémio Humanitário, nos BET Awards, tendo sido reconhecida pelo seu trabalho filantrópico e pelo seu recentemente lançado Black Business Fund, aponta a publicação norte-americana Pitchfork.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Sabias que com a tua contribuição podes ajudar a BANTUMEN a crescer? O nosso objetivo é criar uma narrativa de empoderamento da comunidade negra lusófona e tu podes fazer parte deste processo. Inscreve-te no Patreon e faz a tua parte! Lembra-te da filosofia Ubuntu: “eu sou porque nós somos”.

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.