Finalmente a espera terminou e já podemos ouvir os novos álbuns, Bipolar, de C4 Pedro. Esta quarentena foi mais do que produtiva para o King Ckwa, que acaba de disponibilizar duas versões deste trabalho, Dragão e Lágrimas, no mesmo dia em que celebra 37 anos.

O disco Dragão dá-nos um C4 Pedro num estilo muito diferente daquele a que estamos habituados a ouvir. Com sonoridades do movimento hip hop, C4 oferece-nos assim as suas habilidades de rapper. O álbum recebeu o título inspirado no “lado negro” do artista. Aquele que “defende a honra sem medir consequências. Chegou o momento de mostrar quem é quem e ninguém melhor do que o dragão para o fazer”, explicou C4 Pedro à BANTUMEN.

Há ainda três elementos cruciais para o desenvolvimento desta produção, o amor por dois “dragões” da excelência dentro das suas áreas: Tupac e Kobe Bryant. “O Tupac foi a minha maior inspiração para este álbum. Kobe Bryant foi outra. Mas a maior foram os meus haters dentro da indústria musical. É dedicado a eles em primeiro lugar.”

Ouvimos as sete faixas de Dragão por mais de duas horas, o que, feitas as contas, quer dizer que ouvimos a obra cerca de cinco vezes, visto que o álbum tem um total 30 minutos de escuta.

Ainda é cedo incluir C4 Pedro na lista dos melhores rappers do movimento, no entanto, não tem como não inclui-lo na lista dos melhores compositores da lusofonia da atualidade. Sente-se a sua verdade neste álbum.

Assim, três das sete faixas tiverem entrada direta na playlist RADIO BANTUMEN no Spotify. “Melhor de Muitos”, a que classifico sem medo como a melhor do projeto; “Cara Podre”, que tem a participação de uma das maiores autoridade do Hip Hop angolano, OG Vuino, sim, Vui Vui é a única participação do álbum de rap de C4 Pedro, e a seleção termina com a faixa “Showbiz”, uma faixa cheia de sarcasmo e bem orelhuda.

Como um bom álbum de hip-hop, em Dragão encontramos punchlines, beefs e também muitas diretas. Para tirares as tuas próprias conclusões, a ouve a música “O Áudio”.

Numa entrevista à Platina Line, C4 Pedro afirmou que será um dos melhores rappers de Angola, só precisa que duvidem. Para o bem do movimento, é melhor não duvidar, porque o álbum está bom e se tivesse de dar um nota de 0 a 10 daria um 7,8.

Quanto a Lágrimas, é a essência e a praia de C4 Pedro, onde é definitivamente rei. Não há rigorosamente nada a questionar e podemos dizer, sem qualquer dúvida, que é dos melhores álbuns deste ano. Ouve e regala-te.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.