O jovem angolano, Bastos Quissanga, de 29 anos de idade, jogador da Lazio de Itália, consta na lista dos 11 melhores jogadores africanos a actuar na Europa.

André Onana (Ajax), Thomas Partey (Atlético de Madrid), Riyad Marhez (Manchester City), Mohamed Salah e Sádio Mané (ambos no Liverpool) e Aubameyang (Arsenal) são alguns dos futebolistas que integram a mesma lista.

O onze dos melhores jogadores africanos a atuar na Europa foi eleito pelo site africano Africa Foot e o internacional angolano faz assim história em estar pela primeira vez nesta lista.

Bastos Quissaga tem se destacado nesses últimos tempos por ser uma peça chave nas vitórias da Lazio em jogos importantes e títulos. No ano passado, fez história ao ser o primeiro internacional angolano a conquistar uma supertaça italiana, ao derrotarem a ‘’velha senhora’’, a Juventus de CR7, sendo assim também o seu primeiro troféu na carreira, desde que chegou ao clube. Ao serviço da Lazio, Quissaga já conquistou dois troféus, na Super Copa.

Com um contrato até 2021, o angolano nesta época apontou três golos.

Bartolomeu, como é chamado no seio familiar, começou a sua vida futebolística desde muito cedo nos escalões de formação do Atlético Sport Aviação (ASA ), onde jogava como médio ofensivo. Quando rumou para o Atlético Petróleos de Luanda (Petro) passou a jogar na posição de defesa central, a sua posição até hoje.

O caminho para o estrelato começou quando, em 2014, deixou o Petro para defender o Rostov da Rússia, onde na temporada 2015-16 foi considerado o melhor defesa central da competição. A partir daí, Bastos caiu nas graças de grandes clubes europeus como Atlético Madrid, FC Porto.

Bastos, natural de Luanda, é um dos jogadores influentes nacionais que defende as cores da seleção angolana desde 2013.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Sabias que com a tua contribuição podes ajudar a BANTUMEN a crescer? O nosso objetivo é criar uma narrativa de empoderamento da comunidade negra lusófona e tu podes fazer parte deste processo. Inscreve-te no Patreon e faz a tua parte! Lembra-te da filosofia Ubuntu: “eu sou porque nós somos”.