Jaris Jones, ativista e modelo transexual negra, é o mais novo rosto de uma das maiores marcas de moda do mundo, a Calvin Klein, liderando assim a campanha Pride 2020 da Calvin Klein.

Em declarações à imprensa, Jari Jones referiu que foi uma honra fazer parte da campanha de marca de roupa e acessórios, porém, afirmou também que ainda há muito a fazer em relação ao racismo e outras formas de discriminação.

Em forma de comemoração pela grande conquista, a modelo, atriz e ativista abriu uma garrafa de champanhe, enquanto via sua própria exposta nas ruas da cidade de Nova Iorque. A campanha integra ‘Pride 2020’ da Calvin Klein, com nove modelos LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais).

“Foi uma honra e um prazer mostrar o meu autêntico eu nas imagens presentes num corpo que, muitas vezes, foi demonizado, assediado, que quiseram fazer parecer feio, indigno e até morto”, escreveu Jari Jones nas redes sociais.

A campanha é disponibilizada numa momento em que a luta contra a discriminação, a homofobia e a brutalidade policial contra os negros foi reacesa a nível global.

Juntamente com Jaris Jones, fazem parte da campanha outros oito modelos, como Pablo Vittar, Chella Man, Gia Woods e Tommy Dorfman.

De realçar que, Jari Jones foi também escolhida para representar a comunidade LGBT, em nova campanha, a mundialmente conhecida Calvin Klein, inovou ao colocar Jari Jones como a principal modelo da campanha “Pride 2020”.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.